Sábado, 07 de Dezembro de 2019

Oposição se une e quer dar o tom da eleição na disputa eleitoral de Várzea Grande




COMPARTILHE

Decidido a mudar os rumos políticos de Várzea Grande, o grupo formado por PTdo B, Rede, PMN, PV, PSDB, PRB, PMB, PRTB, PSD discutiram na manhã do último sábado (16), na comunidade de Pai André,  estratégias para fortalecer o nome do pré-candidato, William Cardoso (PSDB), na disputa pela prefeitura de Várzea Grande.

As articulações feitas pelo ex-prefeito Tião da Zaeli e as convenções polarizaram as discussões, além da estratégia para consolidar o projeto de renovação defendido pela maioria.

Para o presidente do Partido Verde, Luiz Antônio, a adesão de todos filiados dos 14 partidos é fundamental para fomentar o nome do pré-candidato definido pelo bloco.

“Cada um de nós tem o dever de levar para base este ideal, hoje não caminhamos isoladamente, todos temos um só objetivo”, enfatizou.

O ex-prefeito Tião da Zaeli demonstrou maturidade e confiança na condução do debate e defendeu ações concretas para reafirmar a histórica derrota que a família Campos sofreu nas três ultimas eleições na cidade que já foi conhecida como reduto eleitoral dos irmãos Jaime e Júlio Campos.

Tião fez questão de lembrar que em 2004, 2008 e 2012 a sociedade reprovou o DEM e  não deve  ser diferente nesta eleição.

“Vamos deixar de lado de uma vez por todas esta ilusão, sabemos que eles conseguem no máximo chegar a 35% do eleitorado, porém 65% do povo não quer mais a velha política isto ficou comprovado, vamos  seguir adiante com nossa proposta”, destacou Tião.

Já o presidente do PRB, Zelandes Santiago, deixou claro que além da decisão social, o povo espera muito mais do próximo gestor. Zelandes convocou os aliados para as reuniões do plano de governo que estão ocorrendo em várias regiões do município.

“Já estivemos em três comunidades e devemos realizar dois encontros na próxima semana, todos estão convidados a participar desta nova metodologia, um plano construído pelo povo”,  disse o presidente.

William explicou que o bloco fará outra reunião para tratar exclusivamente das convenções partidárias devem ocorrer, obrigatoriamente, entre os dias 20 de julho a 5 de agosto.


Autor:AMZ Noticias com Assessoria


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<