Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019

Emanuel Pinheiro diz “Serei um prefeito ao lado do servidor público”




COMPARTILHE

O deputado estadual Emanuel Pinheiro (PMDB) afirmou na manhã desta quarta-feira (27), durante o lançamento de sua pré-candidatura ao Alencastro, que “será um prefeito que vai administrar ao lado do servidor público da Capital”.

Reconhecido por defender várias categorias do Estado pelo cumprimento integral da Revisão Geral Anual (RGA) de 11,28%, Pinheiro afirmou que não acredita em nenhuma transformação que não seja ao lado do servidor público.

“Estou ao lado do servidor público. O maior patrimônio da administração pública não é o deputado, não é o prefeito, não é o vice-prefeito, não é o governador,  ou o vice-governador. É o servidor público. Ele tem que ser respeitado, valorizado e  incentivado para, ao nosso lado, conseguir implantar as políticas públicas para atender a sociedade. Portanto eu não acredito em nenhuma transformação que não seja ao lado do servidor público. Eu serei um prefeito que vai administrar ao lado do servidor público da Capital”, afirmou.

O lançamento da pré-candidatura de Emanuel Pinheiro ocorreu nesta manhã, no Diretório Regional do PMDB, em Cuiabá.

Em entrevista à imprensa, o deputado criticou a gestão do prefeito Mauro Mendes (PSB), cuja campanha o próprio Emanuel coordenou em 2012.

“A candidatura que eu coordenei em 2012 prometia entregar o Pronto-Socorro em dois anos, prometia não acabar com o passe-livre para os presidentes de bairros, não previa terminar com o [torneio de futebol amador] Peladão, prometia manter o CuiabáVest.  Eu coordenei uma candidatura de sonhos e esperança para população cuiabana,  o que infelizmente acabou frustrando as expectativa”, disse.

Quanto à escolha do vice-prefeito, Emanuel disse que vai discutir um nome com os partidos aliados. O PMDB já contabiliza apoio de 12 siglas ao projeto - sendo que esse número pode saltar para 14. Isso porque há a expectativa de que o PSD de Carlos Fávaro e o PP de Blairo Maggi também fechem em torno de Emanuel.

Entre as mais expressivas siglas já consideradas como apoiadoras do projeto, estão o PTB, o DEM e o PROS.

Um dos nomes cotados para vice é do vereador Dilemário Alencar (PROS). “É um excelente nome. O vereador Dilemário é um homem ousado, trabalhador, casaria bem a nossa chapa”, disse o deputado.

Emanuel defendeu uma campanha "limpa" que "respeite" a população.

"Eu tenho uma boa relação com todos os candidatos a prefeito. Eu tenho uma ótima articulação na classe politica. Todo gestor, principalmente da Capital, tem ser articulado, tem que ser respeitado e tem que ter credibilidade na classe política municipal, estadual e federal. Até para poder atrair recursos, investimentos e benefícios para a nossa população”, disse.   

“Busco um debate de qualidade. Quero discutir os problemas de Cuiabá e apresentar as nossas propostas, nossos projetos, o julgamento será da população cuiabana. Agora o debate tem quer ser rico, de alto nível, qualificado, respeitando a população e mostrando que aqui existe sensibilidade para com os problemas da nossa população”, completou.

Apoio de Temer

Emanuel espera contar na campanha com a presença do presidente interino Michel Temer (PMDB). Ele confirmou que as conversas para isso estão sendo tratadas pelo deputado federal e presidente do PMDB em Mato Grosso, Carlos Bezerra.

A expectativa é de que Temer venha a Cuiabá manifestar apoio ao deputado. “O deputado Carlos Bezerra é amigo pessoal do presidente Michel Temer e já conversou com ele da nossa candidatura. Ele estará em breve agendando uma visita nossa ao presidente e vamos convidá-lo para que venha conhecer as maravilhas da Cidade Verde, nossa cultura e nossa culinária e este povo sedento de progresso que ao chegar aos 300 anos precisa cada vez mais de qualidade de vida, carinho e respeito”, pontuou.


Autor:Thaiza Assunção com Midia News


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<