Sábado, 16 de Novembro de 2019

Wilson Santos acredita em recado do céu e quer locomotiva eleitoral em Cuiabá




COMPARTILHE

Homologado candidato a prefeito de Cuiabá na noite desta sexta-feira, o deputado estadual Wilson Santos (PSDB) afirmou a chance de retornar a chefia do executivo da capital é um “projeto de Deus” em sua vida. O tucano entrou na disputa de última hora, um dia após o prefeito Mauro Mendes (PSB) anunciar que não será candidato a reeleição e vários outros nomes recusarem entrar na disputa.

Wilson reafirmou que vê o projeto político como uma oportunidade de pode realizar o que não concluiu durante sua segunda gestão, já que renunciou ao mandato 1 ano e 4 meses após assumir. Na ocasião, deixou a prefeitura para ser candidato ao Governo do Estado.

“Deus está nos oportunizando uma outra chance, está me dando uma oportunidade para terminar algumas ações que não tive a oportunidade de terminar por ter deixado a prefeitura precocemente”, assinalou.

O tucano destacou que o governador Pedro Taques (PSDB), que detém 64% de aprovação na capital, será fundamental para obter êxito no pleito. Ele ainda destacou que possui apoio irrestrito do atual prefeito, com quem trocou farpas nas eleições de 2008 e 2010. “Apoio que era inimaginável há algumas horas de um prefeito muito bem avaliado, que é Mauro Mendes. É um privilégios e todos gostariam de tê-lo”.

Líder do Governo na Assembleia, ele ainda pontuou que terá apoio de cerca de 15 deputados estaduais, 4 federais e mais da metade dos vereadores cuiabanos. Ele pediu a união do grupo político para chegar ao Palácio Alencastro pela terceira vez. “É um grupo muito forte e nós temos que ter muita organização para fazer essa locomotiva andar e ganhar velocidade por Cuiabá”.

Conhecido pelo estilo “galo de briga”, ele pontuou que nesse processo eleitoral será alvo dos adversários. Já cobrou engajamento da militância, pois a campanha é mais curta e terá menos tempo de propagandas na rádio e televisão. “Campanha nova de um candidato que com certeza será duramente atacado pelos adversários. Será duramente atacado pelas questões que eu equivoquei e errei em Cuiabá”.


Autor:Gilson Nasser com FolhaMax


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<