Segunda-Feira, 09 de Dezembro de 2019

Major da PM impede prisão de sobrinho acusado de abusar enteada de subtenente




COMPARTILHE

A Polícia Militar registrou no final da tarde deste último sábado (6) uma confusão envolvendo a enteada de um subtenente e o sobrinho de uma major da PM, no Residencial Padova, em Cuiabá. De acordo com o que foi apurado pelo 3° Batalhão da Polícia Militar, o rapaz de 19 anos foi acusado de abusar sexualmente a adolescente enteada do subtenente. O suspeito não foi detido.

No boletim de ocorrência n° 216.246423 é relatado que o subtenente entrou em contato com a base de segurança do Três Barras informando que sua enteada de 14 anos havia sido aliciada por outra moça para prática de ‘ato libidinoso’ com o jovem L.P.R.M., 19. Com posse da denúncia, o policial foi acompanhado até a residência da suposta aliciadora G.C.C.F., 18.

A moça acabou sendo detida e passou o endereço do rapaz que havia feito sexo com a adolescente. Porém, ao chegarem no local, a mãe do suspeito não deixou a PM entrar na residência e ainda chamou a sua irmã, que é major da Polícia Militar.

A major foi então até o local e não deixou que os policiais militares entrassem na casa de sua irmã para prender o seu sobrinho. Por se tratar de uma policial com a patente superior, os PMs acionaram a corregedoria que encaminhou outro major até o local.

No entanto, ninguém entrou na casa e o acusado do crime de exploração sexual de menor não foi detido. Ainda conforme o boletim de ocorrência, a major teria ameaçado a mãe da vítima dizendo as palavras “Você fica criando tumulto, depois aguenta a consequência”.

Diante dos fatos, apenas a vítima e a suspeita de ter a aliciado foram encaminhadas até a Delegacia de Polícia para prestarem esclarecimentos.  O caso está sendo apurado. 


Autor:Carlos Dorileo com FolhaMax


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<