Sábado, 21 de Setembro de 2019

Puberdade - Da primeira depilação as meninas nunca se esquecem




COMPARTILHE

A puberdade tem chegado cada vez mais cedo e, junto com ela, os pelos. No Dia do Adolescente (21/9), especialistas dão dicas de depilação para as meninas que estão chegando nessa fase.

Assim como o primeiro sutiã, da primeira depilação as adolescentes dificilmente esquecem. Embora o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) considere como adolescência a faixa etária dos 12 até os 18 anos de idade completos, para muitas meninas, os sinais da nova fase - o crescimento das mamas e o surgimento dos pelos - costumam chegar mais cedo. Segundo dados de uma publicação da Revista Veja, onde foram ouvidos especialistas como o hebiatra do Hospital Sírio-Libanês, Maurício de Souza Lima, e a psicóloga da PUC de São Paulo, Ceres Araújo, há 100 anos a idade média da primeira menstruação era de 14,2 anos, hoje é de 12 anos. Essa mudança está relacionada principalmente à melhora nas condições de saúde e da qualidade da alimentação registrada no último século.

A antecipação da puberdade tem provocado mudanças na rotina de muitas adolescentes. A estudante Priscilla Ramos de Alencar Silva, por exemplo, está com 16 anos e começou a se depilar aos 11 anos. Sua mãe, a psicopedagoga Karla de Alencar Ramos e Silva, 50, lembra que foi ela quem desejou retirar os pelos. “Ela é muito vaidosa e por mais que os pelos fossem quase imperceptíveis, quis fazer a depilação logo cedo. A primeira depilação foi feita no buço e depois na meia perna (do joelho pra baixo)”, conta.

De acordo com a consultora da Posé Beleza Expressa, Tatiane Dias, no momento da primeira depilação surge a importância de escolher o método mais adequado. Ela lembra que a depilação com lâmina engrossa o pelo, e que o método de descolorir, embora muito utilizado por adolescentes, pode provocar alergias. A depilação a laser também não é indicada, uma vez que a adolescência é uma fase de muitas alterações hormonais e, portanto, os pelos têm grandes chances de voltar. “Nesse sentido, a depilação com o uso de cera morna é a melhor escolha. Além de ser menos dolorida, serão cerca de 15 dias sem precisar se preocupar em depilar novamente”, explica.

A consultora também afirma que não é recomendável fazer a depilação com cera em casa, para se evitar queimaduras e até mesmo um trauma ao se depilar. No caso de Priscilla, a mãe conta que orientou que a filha fizesse o procedimento com a cera morna na clínica. Hoje, ela colhe os benefícios. “A Priscila tem o pelo mais fininho e não sente tanto na hora de depilar”, atesta. Nas unidades da Posé Beleza Expressa, de 10 a 15% do público é composto por adolescentes. As meninas depilam inicialmente áreas como o buço e axilas. Já os meninos depilam as pernas, normalmente para a prática de algum esporte, como natação.

Apoio emocional

Tatiane explica que, na primeira depilação, a companhia do responsável é primordial, tanto para a segurança emocional quanto física do adolescente, que terá mais confiança e se sentirá melhor na hora do procedimento. Na Posé, as profissionais também são treinadas para atender esse público. “Elas conversam muito com os adolescentes, no sentido de acalmá-los, e a depilação é feita no ritmo de cada um, inclusive com momentos de pausa”, ressalta. 


Autor:Redação AMZ Noticias


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<