Quinta-Feira, 20 de Junho de 2019

Décadas depois, os sonhos do maior colonizador da região Araguaia continuam vivos




COMPARTILHE

Canarana, Agua Boa e Querência são sempre citadas como lindas cidades, de forma direta ou indireta estas cidades tiveram a influencia pastor luterano, colonizador e sonhador Norberto Schwantes.

Um busto em homenagem a Schwantes está ao lado de uma aeronave na Praça Siegfried Roewer, em Canarana conhecida por todos como Praça do Avião, a praça tem este nome porque nela esta suspenso num pedestal, o famoso bimotor Douglas C-47 que nos primórdios da colonização daquela região, nos anos 1970, transportou pioneiros e sonhos - sonhos bons!- do Rio Grande do Sul para o Vale do Araguaia.

Esse avião pertencia à frota da Viação Aérea Canarana (VACA), idealizada, criada e dirigida por Schwantes, que criou também uma cooperativa pela qual fundou as cidades de Canarana, Água Boa, Querência, Terra Nova do Norte e Nova Guarita.

O avião da VACA é parte da história que Schwantes escreveu juntamente com milhares de outros sonhadores, o pastor luterano foi o homem mais importante para a colonização de Mato Grosso, construiu cidades, abriu estradas, criou escolas na ocupação do vazio demográfico amazônico do nosso abençoado e ensolarado Mato Grosso, mas por fim perdeu a luta para um câncer de pele. 

De forma velada, Schwantes tentou criar no Araguaia, algo parecido com o que os presbiterianos calvinistas fizeram nos Estados Unidos, de certa forma nos resta uma profunda admiração pelo trabalho deste colonizador. Saibam mais sobre esse vulto lendo o livro "Nortão BR-163 - 46 anos depois" do jornalista Eduardo Gomes.

 

 

 

 


Autor:Evandro Carlos e Eduardo Gomes


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<