Quinta-Feira, 20 de Junho de 2019

Suspeito de estupro, secretário é demitido 24 horas após a nomeação




COMPARTILHE

Apenas 24 horas após nomear Adolfo Grassi de Oliveira, como secretário Municipal de Saúde, o prefeito de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá), José Carlos do Pátio (SD) demitiu o secretário empossado no cargo no dia (1º).

A decisão do prefeito foi motivada pela pressão de aliados descontentes com a nomeação de Adolfo Grassi, que é servidor público do Estado e sempre residiu em Cuiabá, concorrendo até mesmo ao cargo de prefeito nas eleições de 2012 pelo PPL, obtendo apenas 611 votos.

Atualmente, Grassi é secretário-geral do Solidariedade, mesmo partido do prefeito José Carlos do Pátio, que decidiu nomeá-lo para o cargo em um ato unilateral, o que gerou revolta dos partidos aliados que pressionaram pela demissão.

Isso porque entendem que a saúde pública é um setor estratégico da administração municipal e manter na chefia do cargo alguém que não convive diariamente com a realidade de Rondonópolis seria apostar em um desgaste muito alto.

Entretanto, a gota dágua nas últimas horas que tornou insustentável a permanência de Adolfo Grassi na Secretaria Municipal de Saúde foi a descoberta de antecedentes criminais ainda que as denúncias não tenham sido devidamente comprovadas na Justiça.

O grupo político do prefeito José Carlos do Pátio tomou conhecimento de uma suspeita na qual Grassi é acusado de estuprar uma menor de idade em Rondonópolis na década de 80, o que levou a ser detido no prédio da Prefeitura Municipal enquanto exercia a função de servidor público. 

O fato seria desconhecido pelo prefeito José Carlos do Pátio que tomou a decisão de demiti-lo ao ser alertado pelos aliados. Com a exoneração, assume interinamente a saúde pública a secretária adjunta Izalba Albuquerque, servidora pública de carreira, que integrou a comissão de transição e foi responsável pela área de Saúde no Plano de Governo da nova gestão municipal.

 


Autor:Rafael Costa com Gazeta Digital


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<