Quinta-Feira, 12 de Dezembro de 2019

Vice-governador Carlos Fávaro deixa a Sema e o PSD e o PSB duelam espaços




COMPARTILHE

O vice-governador Carlos Fávaro (PSD) vai deixar a Secretaria de Estado de Meio Ambiente no mês de março. A saída já programada vai acirrar ainda mais os ânimos a respeito de cargos pelos partidos aliados do governador Pedro Taques (PSDB).

Isso porque já existe um acordo prévio de que caberá ao PSB, partido com quatro representantes na Assembleia Legislativa, a indicação do novo titular da pasta.

Por outro lado, o PSD, que tem seis deputados estaduais, reclama da falta de espaço na gestão estadual, ainda mais com as seguidas nomeações nas últimas semanas de indicações do PSB para cargos de alta remuneração.

O PSB emplacou o deputado estadual Max Russi na Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setas) como acordo para atender a cúpula do partido.

O deputado estadual Oscar Bezerra (PSB), revela ainda que o partido se articula para indicar o futuro presidente da METAMAT (Companhia Mato-Grossense de Mineração). “É uma conversa que já mantemos com o Executivo e deverá ser finalizadas em breve”, disse.

O parlamentar avalia que a ampliação do PSB na administração estadual se deve ao crescimento do partido desde as eleições de 2014.

“Isso se deve ao tamanho do PSB. Nós elegemos neste intervalo de tempo dois deputados federais e quatro estaduais que têm uma representação eleitoral expressiva”, avalia.

Por outro lado, o deputado estadual José Domingos Fraga (PSD) entende que o partido deve manter a chefia de Meio Ambiente. "O PSD tem colaborado com o governo do Estado e tem que ser contemplado à altura. Nada mais justo que o partido se mantenha a frente da secretaria".

Desde o começo do seu mandato, Taques já promoveu mais de 10 alterações em sua equipe administrativa, o que abrange secretarias como Educação, Saúde, Segurança Pública, Cidades e outras.

Resistente a nomeações de políticos em um primeiro momento, Taques cedeu aos apelos dos aliados ao substituir em novembro o arquiteto Eduardo Chiletto pelo deputado estadual Wilson Santos (PSDB) na chefia da Secretaria de Cidades.

 


Autor:Rafael Costa com Gazeta Digital


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<