Terca-Feira, 19 de Novembro de 2019

Rafael Piovezan é eleito presidente da União das Câmaras de Mato Grosso




COMPARTILHE

Rafael Piovezan é o novo presidente da União das Câmaras Municipais de Mato Grosso (UCMMAT) e assume a direção da entidade em 1º de março substituindo Edileusa Oliveira. Piovezan foi eleito com 583 votos. Seu adversário, Dirceu Zanatta (PMDB) recebeu 217 votos. Um vereador anulou o voto e quatro votaram em branco. Dos 1.404 vereadores mato-grossenses, 805 compareceram à votação, que aconteceu ontem, na sede da UCMMAT. A abstenção foi de 42,67%.

Após a apuração Piovezan disse que pretende transformar a UCMMAT “na casa de todos os vereadores”. De seus planos faz parte a descentralização, com um projeto de criação de polos regionais. Antes, porém, o novo presidente terá que desatar o nó do endividamento e da falta de credibilidade da entidade que presidirá nos próximos dois anos. Somente após uma auditoria e levantamentos internos será possível saber quanto e para quem a UCMMAT deve.

Preocupado com a situação financeira e o endividamento da UCMMAT, Piovezan disse que quer Dirceu Zanatta na equipe que o ajudará a administrar a entidade. “A eleição, passou, agora somos todos pela UCMMAT”, argumentou. O convidado, ao lado dele, ouviu em silêncio, sem se manifestar.

Rafael Piovezan de Campos, 27 anos, casado, é cuiabano radicado em Acorizal. É servidor público municipal e advogado. Na Câmara cumpre seu primeiro mandato, para o qual foi eleito com 457 votos pelo PP.

Dirceu Antônio Zanatta, candidato que disputou com Piovezan, tem 40 anos, é vereador por Sorriso; foi eleito com 963 votos pelo PMDB.

Edileusa Oliveira Ribeiro, que deixa a presidência da UCMMAT, é filiada ao PMB; cumpre o sexto mandato na Câmara de Guarantã do Norte. Edileusa foi eleita presidente em 2014, com 172 votos, vencendo por um resultado apertado, seu concorrente, Ebenezel dos Santos (PMDB), de Cláudia, que recebeu 162 votos. 

Além da grande abstenção, a eleição na UCMMAT despertou pouco interesse entre os políticos. Porém, o deputado estadual Nininho Bortolini (PSD) e o vice-presidente da Associação Mato-grossense dos Munícipios (AMM) e prefeito de Água Boa, Mauro Rosa (PSD) acompanharam a votação na entidade. 

 


Autor:Redação AMZ Noticias


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<