Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019

Plantar em casa o próprio alimento é uma terapia que faz bem a saúde




COMPARTILHE

O cultivo de hortas em casas e apartamentos tem crescido nos lares cariocas. A cultura possibilita a produção de alimentos sem agrotóxicos e também serve como decoração. Mesmo com pouco espaço, os moradores aproveitam varandas e sacadas de apartamentos ou mesmo pequenas áreas para montar a estrutura da horta. Além disso, o custo para montar é baixo e o cultivo é uma grande terapia para muita gente.

A servidora pública federal Alessandra Andrade Evangelista, de 37 anos, conta que o hábito de ter hortas em casa veio desde a adolescência, mas naquela época ainda não pensava na questão dos agrotóxicos. “Sempre gostei de plantas e o processo de vê-las crescendo e indo para o prato é fascinante. Naquela época, as questões de agrotóxicos ainda não eram tão evidentes como hoje. Era uma terapia estar com a mão na terra. Depois percebi como era prático e mais saboroso ter temperos sempre frescos em casa”, conta.

O biólogo e permacultor urbano Antônio Soares, 39, buscava alternativas favoráveis para melhores condições de vida no meio urbano. “Em 2013, eu já plantava, por gostar mesmo e procurava um modo de vida para partilhar. Percebi que meu caminho eram as hortas urbanas sustentáveis”, destaca. Soares conta que a horta trouxe inúmeras melhorias para a sua vida. “Ter uma horta em casa, estando nesse caos urbano, é como ter um refúgio, além de trazer melhorias para a saúde e o convívio com as pessoas”.

Para Alessandra, é relaxante mexer com a terra. “É uma satisfação ver meu alimento crescendo e saber que não há agrotóxicos nele. Tenho temperos, frutas e algumas hortaliças sempre frescos, como, por exemplo, limão, manga e alface. Acaba sendo um custo a menos que tenho no mercado”.Para a engenheira agrônoma da Emater-Rio em Nova Iguaçu, Maria Conceição Rosa, todas as pessoas têm a chance de ter em casa uma horta. “Todo mundo tem a possibilidade, nem que seja em um vaso pequeno com tempero para a cozinha”. Segundo ela, a maior motivação da criação tem sido a saúde.

“As pessoas procuram se alimentar com produtos sem contaminação, que são cultivados em casa”. Maria Conceição afirma que para criar uma horta em casa é necessário iluminação adequada, além de respeitar as inúmeras peculiaridades de cada planta. “As pessoas têm que conhecer o que querem plantar. Precisam saber o quanto de exposição ao sol a hortaliça pode tomar, o quanto de espaço e terra são necessários e a disponibilidade de água”. Maria explica que a maioria das hortaliças não é do Brasil, por isso não aguentam o calor do Rio.

 


Autor:Redação AMZ Noticias


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<