Terca-Feira, 22 de Outubro de 2019

Prefeito de Quatro Marcos assume ter sido abusado sexualmente quando era criança




COMPARTILHE

Prefeito de São José dos Quatro Marcos (315 km de Cuiabá), João Roberto Ferlin (PT), admite em coletiva à imprensa que foi abusado sexualmente quando criança e assume ser compulsivo por sexo. A notícia veio após Ferlin ter se envolvido com um casal de Brasília, que logo depois tentou extorquir R$ 24 mil dele para que as fotos dele com outro homem não fossem divulgadas.

Ferlin confidenciou que já tentou tratamento psicológico, mas não conseguiu resolver a compulsão por sexo. “No meu caso nunca consegui resolver essa questão. Nesse sentido, há dois meses, uma vez em Brasília, acabei conhecendo duas pessoas, que acabou acontecendo algumas coisas e em seguida começaram a fazer chantagem”, explicou.

As fotos seriam comprometedoras, pois o prefeito estaria deitado com um homem, os dois só de cueca. Ferlin alega que se trata de uma armação, pois teriam colocado algo na bebida dele e a fotografia foi feita enquanto dormia.

“Fizeram uma montagem, utilizando-se de que eu indevidamente tinha bebido um pouquinho e com certeza tinha dentro da bebida alguma coisa a mais, onde eu praticamente desfaleci. Depois começou as chantagens e extorsão”, garante.

O prefeito disse que os erros cometidos nunca impediram que fosse feita uma gestão voltada para a questão pública e que além das lutas políticas há as pessoais. "A vida da gente enquanto gestor é feita de acertos e erros, com as adversidades políticas que são normais, mas temos nosso eu, nossas lutas pessoais”, indagou Ferlin.

Ele afirma ter procurado a polícia porque as chantagens chegaram ao conhecimento dos familiares. “Fizeram a montagem e me mostraram por meio da internet. Fizeram a montagem e estavam ameaçando de divulgar para todo mundo”, explicou.


Autor:Olhar Direto


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<