Domingo, 08 de Dezembro de 2019

Homem preso com R$ 3,2 milhões no Araguaia reclama de presídio no Profissão Repórter




COMPARTILHE

Um homem de 43 anos, preso no município de Canarana (833 km de Cuiabá) há dois anos ao ser encontrado pela Polícia Civil com R$ 3,2 milhões em dinheiro na carroceria de uma caminhonete, foi entrevistado por uma equipe do programa semanal Profissão Repórter da Rede Globo na edição desta quarta-feira (7).

Detido na Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná, para onde foi transferido desde o final do ano de 2015, por apresentar risco de fuga da Penitenciária Central do Estado (PCE), José Silvan de Melo foi um dos entrevistados pelo programa, que nesta edição abordou as péssimas condições das cadeias no Brasil.

Na entrevista, José Silvan conta estar preso por lavagem de dinheiro por ter sido pego com os R$ 3,2 milhões na cidade de Canarana. Ele também revela orar todo dia e que necessita da palavra de Deus. Porém, ele reclama das condições do presídio, afirmando ser “um lugar muito difícil de viver, onde muitos entram em depressão que terminam em coisas muito piores”.

José Silvan foi preso em Canarana no dia 5 de abril de 2015, após policiais civis abordarem a caminhonete que ele conduzia. Na carroceria, escondido em meio a esterco, cerâmicas e madeira, os investigadores encontraram os  R$ 3,201.587,00 divididos em três sacos.

De acordo com a Polícia Civil, o homem chegou a oferecer R$ 500 mil aos policiais para ser liberado. Ele foi encaminhado a delegacia, onde novamente tentou subornar o delegado. A ação foi toda registrada por uma câmera.

Após a apreensão do dinheiro, o Governo do estado divulgou que a grande quantia seria revertida para a Policia Civil com a compra de equipamentos e reformas de delegacias.

 


Autor:Redação AMZ Noticias


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<