Sábado, 16 de Novembro de 2019

Movimentos pró e contra ex-presidente Lula movimentam ruas da grande Cuiabá




COMPARTILHE

As manifestações a favor e contra o ex-presidente Lula (PT) já começaram em Cuiabá nesta terça-feira (23), véspera de seu julgamento do recurso de defesa no Tribunal Regional Federal, da 4ª Região em Porto Alegre (TRF-4). Os protestos devem continuar até sair a decisão absolvendo ou condenando o petista no caso do triplex do Guarujá (SP).

Desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira, integrantes do MBL (Movimento Brasil Livre) de Mato Grosso estão promovendo ‘buzinaços’ em diversos pontos da cidade a favor da condenação do ex-presidente na segunda instância e a sua inelegibilidade.

Segundo um dos coordenadores do MBL de Mato Grosso, Ullysses Moraes, os buzinaços iniciaram pela manhã e vão terminar já no início da noite, de uma forma pacífica e sem criar tumulto na cidade.

“Estamos fazendo hoje na véspera, começamos com um buzinaço na região da Avenida Fernando Correa da Costa, próximo a UFMT, fizemos na hora do Almoço na Avenida Mato Grosso e faremos mais um na Praça do Choppão as 18h”, afirmou.

“Não houve convocação de atos e é um protesto simples, limpo e pacífico no intuito de não criar tumulto. Quem está participando são coordenadores e algumas pessoas que participam do movimento” destacou.

Já pelo lado a favor da absolvição do ex-presidente, militantes do Partido dos Trabalhadores organizaram uma vigília em frente a prédios da Justiça Federal em sete das principais cidades de Mato Grosso nesta quarta-feira (24), dia do julgamento.

“Vamos reunir as lideranças para fazer a vigília na Justiça Federal e defender a democracia. A partir das 6h já vai ter grupo de militantes nos locais. Como é um dia de trabalho vamos fazer um revezamento de pessoas para manter o tempo todo funcionando a atividade. Estamos organizando em redes sociais, houve algumas panfletagens explicando que não há provas contra o Lula, com documentos comprovando que é da OAS o tal do triplex e que não existe uma prova que é do Lula”, disse Robinson Cireia, um dos organizadores do movimento.

A Polícia Militar informou que foi comunicada sobre as manifestações em frente ao prédio da Justiça Federal, em Cuibá, mas não entrou em detalhes de como será feito o policiamento no local.

O julgamento da apelação criminal do ex-presidente e mais seis réus vai começar às 8h30 (horário de Brasília) de amanhã na sala de sessão da 8ª Turma, na sede do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre.

O recurso envolve o favorecimento da Construtora OAS em contratos com a Petrobras, com o pagamento de propina destinada ao Partido dos Trabalhadores e ao ex-presidente Lula, por meio do apartamento triplex no Guarujá. As imputações são de corrupções ativa e passiva e de lavagem de dinheiro.


Autor:Carlos Dorileo com Olhar Direto


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<