Sábado, 16 de Novembro de 2019

Ministério Público Estadual cobra R$ 40 milhões de atrasados; Taques fará reunião




COMPARTILHE

O governador Pedro Taques (PSDB) confirmou que se reunirá nesta semana com o procurador-geral de Justiça, promotor Mauro Curvo, para debater o atraso nos duodécimos aos poderes constituídos. O Ministério Público alega que tem mais de R$ 40 milhões para receber do Governo do Estado.

Durante visita as obras do novo Centro de Reabilitação de Cuiabá, na área do Hospital Central, o chefe do Ministério Público ressaltou a necessidade do executivo saldar este débito. Ele ressaltou que o órgão ainda tem repasses de 2016, que só serão saldados em caso de excesso de arrecadação do poder executivo.

“Quero conversar com o governador para saber. Os repasses de 2016 entraram na PEC do Teto de Gastos e serão repassados como excesso de arrecadação. Mas temos também 2017, que não temos nada definido e quero conversar com o governador sobre isso”, assinalou.

O promotor pontuou que os últimos repasses ao órgão foram feitos para pagar salários dos servidores. “Com o que foi repassado no final do ano passado, calculo que temos entre R$ 40 milhões e R$ 45 milhões para receber”, frisou.

O governador Pedro Taques confirmou a reunião com o chefe do MPE para tratar a questão dos duodécimos. “Vamos tratar essa questão do duodécimo com o respeito que o MPE merece”, assinalou.


Autor:Leonardo Heitor com Folha Max


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<