Sexta-Feira, 07 de Agosto de 2020

Amigos de infância planejam roubo mas acabam perseguidos pela PM e presos




COMPARTILHE

Dois homens de Cuiabá, amigos de infância, sendo que um trabalha com comunicação visual e outro é lavador de carros, alegando que estavam totalmente sem dinheiro, ou seja, "duros". armaram roubo de um carro, mas acabaram presos pela Polícia Militar, na noite desta sexta-feira (16), por volta das 20h, após serem perseguidos por viatura pelas ruas e avenidas da Capital.

Houve perseguição policial na noite desta sexta-feira na região do Coxipó, em Cuiabá. Eles roubaram uma GM S-10 de um casal, no bairro Areão, com a intenção de usá-la como suporte em um assalto.

A PM foi informada sobre o roubo, via Ciosp, e passou informações pelo rádio comunicador. Militares visualizaram a caminhonete na avenida Beira Rio, seguindo em direção à avenida Fernando Corrêa, região do Coxipó, e depois à Rodovia Palmiro Paes de Barros.

Durante a perseguição, acuados, jogaram a S-10 encima das viaturas, tentando atropelar os militares. Foram presos e autuados em flagrante por crimes de roubo e tentativa de homicídio.

Ao delegado plantonista Alexandre Vicente, que os autuou, Cleverson Hugo Aguiar de Oliveira, 28, o "Cafu", e Victor Hugo Rodrigues Silva, 19, alegaram que armaram o plano para conseguir dinheiro.

Cleverson, que é casado e tem filhos, sustenta a família pintando faixas. Disse, em depoimento ao delegado, que há dias não conseguia emprego que pagasse valor razoável, só valores baixos, que só davam para garantir "o leitinho das crianças".

Neste contexto, narrou que foi convidado por Victor Hugo a fazer um "cabrito", que significa apenas dirigir veículos roubado para dar suporte a assalto.

No final da tarde desta sexta-feira, eles ficaram esperando um terceiro comparsa que não apareceu.

Sendo assim, somente ele e Victor Hugo, armado com um revólver calibre 32 argentino, foram de ônibus para o Centro de Cuiabá atrás de um carro para roubar. Mas não acharam nenhum. Pegaram outro ônibus sentido Pedregal, parando no Areão, quando viram o dono da S-10 parado em frente ao carro, conversando. Eles desceram do ônibus e Victor Hugo, apontando a arma para a vítima, anunciou o assalto.

Cafu contou ainda que se desesperaram ao ver 2 viaturas da PM e , segundo ele, neste momento militares dispararam contra eles. Disse que não acatou ordem para parar, com medo de ser morto pela PM e que se o pneu da S-10 não tivesse furado, não pararia.

Na pressa, ele colidiu com o carro em uma placa de sinalização, o que encerrou a perseguição. Cafu disse que está arrependido porque isso envergonha a família e os filhos e que cometeram uma "loucura".

Cleverson e Victor Hugo resistiram à prisão e tiveram que ser algemados. Passam neste sábado (17) por audiência de custódia, em que o Judiciário vai definir se respondem soltos ou presos pelos crimes.

O casal, dono do carro, acompanhou a ação policial, e já resgatou a S-10.O boletim desta ocorrência foi registrado na Central de Flagrantes de Cuiabá.


Autor: AMZ Noticias com Gazeta Digital


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias