Sábado, 16 de Novembro de 2019

Daltinho segue entre reeleitos segundo a última pesquisa de intenção de votos




COMPARTILHE

O candidato a deputado estadual Adalto de Freitas (Patriota), que representa o Araguaia na corrida eleitoral, segue entre os 24 nomes que devem assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Entre os candidatos da região, ele é o único com possibilidades reais de ser eleito, ao pontuar 1,17% em pesquisa do instituto Gazeta Dados.

No levantamento realizado entre 28 a 30 de setembro, o nome de Daltinho é o 9º mais lembrado do estado. O instituto consultou eleitores em 66 municípios de 12 regiões. Foram 1.080 pessoas entrevistadas.

Dos 20 candidatos à reeleição, Daltinho está entre os nove que conseguiram pontuar para garantir mais 4 anos da Assembleia Legislativa. Também aparecem na pesquisa, Eduardo Botelho (DEM), Leonardo de Oliveira (PPS), Nininho (PSD) e Janaina Riva (MDB), que são os quatro primeiros colocados.

A pesquisa Gazeta Dados foi realizada com a aplicação de questionário estruturado e padronizado a uma amostra representativa do público pesquisado, nos moldes survey. Dos entrevistados, 51% são homens e 49% mulheres, e está registrada no TRE-MT sob o protocolo n° 01042/2018.

Quanto a escolaridade, 50% são analfabetos ou têm completo até o ensino fundamental, 40% cursaram o ensino médio e 10% possuem o nível superior. Os que recebem entre 1 e 5 salários mínimos, somam 72% dos entrevistados. De 5 a 10 salários, são 22%, e acima de 10 salários, são 6%.

Em meados de setembro, Adalto também pontuou na pesquisa do instituto Voice Pesquisas. Ele ficou em 6º colocado, a frente de adversários como Max Russi (PSB) e Guilherme Malluf (PSDB). A Voice entrevistou 812 eleitores de todas as regiões do estado. Ambas as pesquisas foram registradas no TRE-MT.


Autor:Redação AMZ Noticias


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<