Segunda-Feira, 16 de Setembro de 2019

Órgãos de segurança pública destroem mais de sete mil armas na cidade de Marabá




COMPARTILHE

Mais de sete mil armas foram destruídas na ultima semana  em Marabá durante a Operação Vulcão, realizada pelo Comando Militar do Norte e a 8ª Região Militar, a ação também contou com a parceria do Conselho Nacional de Justiça e os Tribunais de Justiça do Estado do Pará e Amapá.

Do total de armas, quatro mil eram de fogo e três brancas, resultados de apreensões realizadas pela Polícia Civil – com processos judiciais finalizados pelos Tribunais-; de descarregamentos e inutilização das Forças Armadas e de entregas voluntárias a Polícia Federal, de acordo com as determinações do Estatuto do Desarmamento.

De acordo com o juiz Lucas do Carmo Jesus, é muito importante a destruição do armamento, haja vista grande parte deles terem sido utilizados para a prática de crimes. “Eu mesmo como sendo juiz em Marabá, tive que presidir sindicância por arrombamento de fórum por meliantes que pegaram as armas apreendidas para usá-las na prática de crime”, lembrou.

O armamento foi destruído com o uso de maquinários da Siderúrgica Norte do Brasil (Sinobras). O diretor de suprimentos e logísticas da siderúrgica, Edgar Corrêa, disse que eles se sentiam honrados em poder participar do processo, contribuindo com a sociedade, com a segurança, que hoje é tão requerida para a sociedade. “Pelo segundo ano consecutivo estamos contribuindo e estamos sempre à disposição do Exército Brasileiro para contribuir para o bem da sociedade”.

A solenidade de destruição das armas foi conduzida pelos generais de Brigada Anísio, comandante da 8ª Região Militar do Exército Brasileiro e Eugênio Pacelli, da 23ª Brigada de Infantaria de Selva.

O general Anísio Davi lembrou que o trabalho foi realizado em conjunto, com a Justiça, Exército Brasileiro, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Polícia Militar e Polícia Civil. “Então, todos nós participamos. Essa união, esse trabalho integrado, que é o ponto alto da nossa operação”, disse. 


Autor:AMZ Noticias com Tiago Araújo


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<