Segunda-Feira, 17 de Janeiro de 2022

O prefeito eleito de Cuiabá, Mauro Mendes, adiou os planos de suas reformas para 2013




COMPARTILHE

O prefeito eleito Mauro Mendes (PSB) resolveu adiar, para o ano que vem, seus planos de reforma administrativa na Prefeitura de Cuiabá. Depois de pedir ao prefeito Chico Galindo (PTB) que reduzisse duas pastas na estrutura administrativa (passando de 21 para 19 secretarias), Mendes mudou de planos e decidiu esperar assumir o cargo antes fazer as alterações.

“Eu me senti no dever de anunciar isso publicamente porque foi uma importante recomendação da nossa equipe de transição. Porém, como essa é uma iniciativa da nossa administração, eu vou fazer isso no meu mandato, com a nova câmara de vereadores”, disse.

Mendes disse que seu objetivo, ao reduzir secretarias, é aumentar a eficiência da administração.

“A aderência de atividades similares ou compatíveis dentro da mesma área gera um ganho de escala, o que nos permite prestar serviços de melhor qualidade. Através da redução dos gastos, vamos ter eficiência para que essa economia seja aplicada na atividade fim”, pontuou.

Por outro lado, Mendes já anunciou a criação de duas novas pastas – uma de Projetos Estratégicos, e outra de Apoio à Segurança Pública. Ambas serão implementadas posteriormente, e ainda não há data definida para isso.

“Definimos, num primeiro momento, que a Secretaria de Projetos Estratégicos vai ser incorporada como uma atividade dentro da Secretaria de Governo, para evitar que uma nova estrutura seja criada nesse momento”, disse.“A de Segurança virá também num segundo momento. Antes teremos que ter conhecimento de todo o aparato público para ver como implementar essa pasta de modo que ela tenha o menor impacto de custo e o melhor resultado possível”, completou.

Ele ponderou que não precisa, necessariamente, iniciar o mandato com os cargos das 21 secretarias preenchidos. Mendes cogita deixar alguns cargos vagos até conseguir aprovar, na Câmara Municipal, a reforma que planeja.

Definição de secretários

Mauro Mendes afirmou, ainda, que não definiu nenhum secretário do seu staff. “Ainda não tenho nada definido. Eu tenho, obviamente, algumas sugestões, alguns nomes que eu trabalho dentro do meu planejamento mental. Mas como eu não gosto de especulações, vou anunciar isso no momento adequado”, disse.

O prefeito estabeleceu o prazo de 27 de dezembro para anunciar seu staff. Ele mencionou o presidente do PDT em Cuiabá, Kamil Fares, e Werley Silva Peres, que é membro de sua equipe de transição, como possibilidades para o comandado da Secretaria de Saúde.

“Vamos dialogar com mais de uma pessoa para cada cargo e, ao final, vou ter que tomar as decisões para fazer as escolhas. A decisão será técnica, mas também ouvirei os partidos. Porque estamos fazendo política, e política se faz com aliados”, disse.

“Vamos avaliar não só o que nós gostaríamos, mas o que o profissional pode oferecer. Se ele tem disponibilidade para se dedicar, e se vai pactuar conosco de alguns princípios que vamos estabelecer para que cada cargo seja ocupado”, completou.

Mendes informou, ainda, que vai contratar uma consultoria para definir o perfil de cada cargo. Com essa manobra, ele deve reduzir a pressão dos partidos sobre as indicações de cargos.


Autor: Hipernoticias


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias