Sábado, 17 de Agosto de 2019

Jayme Campos anuncia intervenção na Santa Casa de Misericórdia vai ocorrer em abril




COMPARTILHE

“A intervenção da Santa Casa de Misericórdia será feito em abril”, garantiu o senador Jayme Campos durante pronunciamento nessa quinta-feira (29). De acordo com ele, o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro teria dito que o processo para controlar as despesas e rendimentos do hospital será anunciado até o dia 4 de abril. A unidade hospitalar está fechada desde 11 de março por não ter descontrole financeiro. 

“A Santa Casa tem 200 anos e uma história que é muito vinculada ao povo Mato-Grossense e vem de uma quadra muito ruim. Lamentavelmente, ela está praticamente em insolvência pelo fato de dever quase R$ 100 milhões”.  O senador destacou ainda que, devida à situação calamitosa da Santa Casa, o Pronto Socorro de Várzea Grande foi obrigado a abrir, provisoriamente, 10 leitos de CTIS para tratamento de pacientes.  

Jayme também cobrou a participação do Estado no processo de intervenção da unidade filantrópica. “Sugiro que a bancada federal converse com o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, para solicitar apoio e salvar a Santa Casa da falência”. O parlamentar também sugeriu que parte dos R$ 160 milhões, oriundo de emenda parlamentar e que será utilizado na saúde do Estado, beneficie também a Santa Casa. 

Em entrevista, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, não confirmou nenhuma data para anunciar o plano de intervenção. Ele disse que estará se reunindo com o governo Ministerio da Saúde antes de anunciar alguma medida.  


Autor:Vívian Lessa com Gazeta Digital


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<