Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019

Secretaria de Saúde registra 05 casos de meningite no Pronto-Socorro de Várzea Grande




COMPARTILHE

Em apenas 4 meses, 3 crianças e dois idosos foram diagnosticados com meningite viral na cidade metropolitana de Várzea Grande. Os dados foram divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde em relação ao período de janeiro até esta quinta-feira (11).

O último paciente diagnosticado com o vírus, uma criança de 6 anos, teve alta na segunda-feira (8). Até então, outros 3 pacientes que deram entrada, neste mês de abril, no Pronto-Socorro de Várzea Grande continuam internados em isolamento à espera do resultado de confirmação ou não da doença.

Assim que um caso suspeito chega até a unidade de saúde é feito isolamento imediato, segundo a assessoria da Prefeitura de Várzea Grande. Os procedimentos de desinfecção local são realizados de acordo com as exigências do Ministério da Saúde. Os pacientes só são realocados para os leitos comuns se os sintomas da meningite desaparecem durante a internação. Apesar dos 5 casos registrados no município, nenhum resultou em morte.  

O primeiro paciente, K.E.S, 10, deu entrada no Pronto-Socorro do município no dia 3 de janeiro deste ano. Ele foi diagnosticado com meningite viral, assim como o paciente O.G., 62, e M.P.S, 56. O caso foi notificado nos dias 14 e 25 do mesmo mês. Do mês de janeiro, apenas um foi descartado, enquanto outro aguara verificação do prontuário.

Em março houve o registro de 5 internações, tendo sido descartado 3. Criança de 4 anos foi diagnosticada com meningite não especificada, enquanto outro paciente de 32 aguarda o resultado do exame. O mês de fevereiro foi o único sem confirmação da doença. Tendo sido registrado a suspeita do vírus em 4 pacientes. Porém apenas C.S.R.S., 57, foi confirmado com Listeria monocytogenes - causado por infecção alimentar.

A meningite é uma doença que atinge o sistema nervoso, caracterizada pela inflamação das membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal. A causa pode ser oriunda de bactérias ou fungos. Geralmente é uma doença viral, que pode levar à morte. Com o tempo pode haver melhora através do uso de antibióticos, porém pode ser prevenida através de vacinas. De acordo com o Ministério da Saúde, em Mato Grosso houve redução de 41% no número de casos entre 2013 e 2018.

 


Autor:AMZ Noticias com Gazeta Digital


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<