Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019

Estudo mostra que ato de tomar chimarrão diariamente traz inúmeros benefícios à saúde




COMPARTILHE

Companheiro de todas as horas, o Chimarrão é uma bebida tradicional na região Sul do Brasil e em outros países da América do Sul. A bebida quente tem se espalhado por outros estados brasileiros e tem até o seu dia oficial de celebração, 24 de abril. Mas você sabe quais são as propriedades medicinais e nutritivas do Chimarrão?

Apreciar essa bebida pode trazer muitos benefícios para a saúde, já que a sua matéria prima é a erva-mate. Segundo a nutricionista Yara Gamboa de Oliveira, especialista da rede de supermercados Casa Aurora, o Chimarrão possui alcaloides, com destaque para a cafeína, que é responsável por eliminar o cansaço mental e físico. Além disso, auxilia a diminuir a fadiga. “O Chimarrão também é rico em vitaminas como B1, B2, B6, C e E. Bem como em sais minerais como o ferro, fósforo, potássio e também o manganês”, destaca Yara.

A nutricionista ainda ressalta que o Chimarrão não pode substituir a água. “Outra questão importante é que pessoas que possuem gastrite, úlcera, elas têm que ter um cuidado com relação ao consumo de Chimarrão, pois ele possui cafeína, ele também pode causar irritação da mucosa gástrica”, afirma a especialista da rede de supermercados Casa Aurora.

O ato de “tomar um mate” é um momento de convívio social, pois, normalmente, ela é compartilhada em grupo. Uma forma de socialização e pertencimento, que reúne amigos e familiares, acompanhados de uma boa conversa e risadas.


Autor:Redação AMZ Noticias


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<