Sábado, 24 de Agosto de 2019

Mauro Mendes diz que talvez em 4 anos não dê para arrumar tanta coisa ruim do estado




COMPARTILHE

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou estar insatisfeito com os problemas encontrados no Estado. Para ele, talvez, quatro anos não sejam suficientes para resolver gargalos em setores como a Saúde e a Infraestrutura.

“Não estou satisfeito, porque existe muita coisa ruim ainda no Estado. Eu não posso estar satisfeito com tanto problema na Saúde. Não posso estar satisfeito com tanta estrada arrebentada”, disse ele em conversa com a imprensa, nesta semana.

“Agora, dentro da dura realidade que nós temos, eu digo que estamos caminhando bem. Agora, é tanto problema, tanta confusão, tanto fornecedor atrasado, tanta estrada esburacada, que talvez nem quatro anos sejam suficientes para arrumar tanta coisa ruim que foi deixada”, afirmou.

Mendes disse ter uma estratégia montada para conseguir entregar resultados ao longo dos próximos anos de sua gestão.Ele citou como exemplo o fato de conseguir fazer o repasse dos municípios em dia. Segundo o democrata, o ex-governador Pedro Taques (PSDB) atrasou os repasses da Saúde durante todo o ano de 2018.

“Existe uma estratégia muito bem montada por nós e que está sendo executada gradativamente. Existem passos que ainda serão dados, que estão dentro do planejamento e que oportunamente as pessoas ficarão sabendo. Eu sempre digo se é estratégia, não pode divulgar antes, porque senão fura”, disse.

“E essa estratégia vai trazendo resultados que já são percebidos. Um exemplo é que no ano passado os programas de atenção básica foram pagos somente o mês de janeiro. Atrasaram 11 meses de repasses às prefeituras. Nós estamos com os meses de janeiro, fevereiro e março em dia. Então, estamos conseguindo responder em algumas áreas de maneira muito melhor do que aquilo que vinha sendo performado em tempos pretéritos” completou.

 


Autor:AMZ Noticias com Midia News


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<