Quinta-Feira, 23 de Maio de 2019

Mauro Mendes busca destravar R$ 62 milhões para pontes e R$ 20 bilhões em investimentos




COMPARTILHE

O governador Mauro Mendes se reuniu com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, nesta terça-feira (30), para tratar da liberação de R$ 62 milhões para a Defesa Civil, visando a construção de pontes em Mato Grosso.

A reunião, ocorrida em Brasília, também contou com a presença do chefe do Escritório de Representação de Mato Grosso, Carlos Fávaro, e do deputado federal Valtenir Pereira.

De acordo com o governador, a construção dessas pontes trará melhorias na logística de 40 municípios do Estado. “Temos aprovado do ministério o valor de R$ 62 milhões, que está dependendo de empenho para a construção de pontes em 40 municípios que estão em situação crítica”, relatou.

Ainda na reunião, Mendes pediu que o ministro tome providências quanto a um decreto da Agência Nacional de Águas (ANA), de setembro do ano passado, que suspendeu a emissão de autorizações para implantar novas hidrelétricas na bacia hidrográfica do Paraguai, região onde fica o Pantanal. A suspensão tem previsão para vigorar até maio de 2020. O governador ressaltou que o decreto está afetando “drasticamente” muitos empreendimentos que pretendem ser instalados na região. Segundo Mendes, os investimentos energéticos na bacia hidrográfica do Paraguai podem chegar a R$ 20 bilhões.

“Fizemos uma solicitação para que isso possa ser destravado ou que possa ser flexibilizada essa regra, que está prejudicando muito o Estado de Mato Grosso. A construção desses empreendimentos vai gerar muito emprego, vai movimentar a economia. Nesse momento de baixa atividade econômica, não podemos ficar travando o crescimento do setor”, afirmou.      


Autor:AMZ Noticias com Diário de Cuiabá


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<