Domingo, 19 de Maio de 2019

Imprensa Oficial do Pará firma parceria com a OAB para o combate à exploração sexual




COMPARTILHE

O presidente da Imprensa Oficial do Estado, Jorge Panzera, recebeu, nesta sexta-feira (3), representantes da Comissão da Criança e Adolescente da OAB-PA. As instituições firmaram parceria para impressão de cartilhas e gibis que abordem a temática da prevenção à violência sexual no Marajó, mais especificadamente em Breves, Portel e Curralinho, na região da Ilha do Marajó.

Segundo o presidente da Comissão da Criança e Adolescente da OAB-PA, Ricardo Melo, que esteve acompanhado da Secretaria Adjunta da Comissão, e Helen Moreno, o material será destinado a professores e estudantes da região. Melo ressaltou que Plano Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes aponta que o Marajó é a região que tem os maiores índices de abuso e exploração sexual.

“Essas três cidades apresentam os maiores índices, principalmente por ser rota de transportes de mercadorias, de comércio, de pessoas, o que acaba tendo um impacto grande nessas violações”, pontua. A IOE apresentou à Comissão o projeto de Incentivo à leitura que a autarquia coordena, responsável por desenvolver ações de cidadania por meio da leitura, “que vem ao encontro do que a gente apresentou aqui”, finalizou Melo.

Para o presidente da IOE, é uma satisfação fechar essa parceria com uma organização importante como a OAB, principalmente em um momento de grande vulnerabilidade de vários segmentos sociais no Estado. “É fundamental a parceria com a OAB para criar instrumentos de informação e combate à exploração sexual de crianças e adolescentes em áreas de grande vulnerabilidade social. Esse é também nosso papel, como Estado” pontuou Panzera.


Autor:AMZ Noticias com Assessoria


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<