Domingo, 19 de Maio de 2019

Ministério Publico vai investigar atos da filha de Simão Jatene frente a Secretaria Extraordinária




COMPARTILHE

O 6º promotor de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa, Evandro de Aguiar Ribeiro, instaurou inquérito civil para apurar irregularidades em atos praticados pela ex-secretária da Secretaria Extraordinária de Municípios Sustentáveis e filha do ex-governador Simão Jatene, Izabela Jatene, que podem caracterizar ato de improbidade administrativa.

Na pré-campanha eleitoral para o governo do Estado do ano passado, tanto Izabela como o candidato derrotado Márcio Miranda (DEM) percorreram vários municípios pelo Estado representando o então governador Simão Jatene na assinatura de convênios e ordens de serviço do programa “Asfalto na Cidade”.

Detalhe: nenhum dos dois tinha delegação do chefe do Executivo estadual para assinar os convênios no período compreendido entre 01/01/2016 a 13/06/2018. O ato caracteriza usurpação de competência do governador do Estado. A revelação foi feita pelo então chefe da Casa Civil, Adenauer Góes em ofício encaminhado para o Procurador Geral do Estado à época, Ophir Cavalcante Jr., em resposta ao mandado de segurança impetrado pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB).

Apenas em maio e junho do ano passado, Izabela Jatene assinou vários convênios e ordens de serviços com valores milionários envolvendo recuperação e pavimentação asfáltica com mais de 15 prefeituras do interior do Estado, da base de apoio do ex-governador, numa “parceria” entre a secretaria e o governo do Estado.


Autor:AMZ Noticias com DOL


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<