Quinta-Feira, 23 de Maio de 2019

Monitor aponta que 76 pessoas morreram em confronto com a polícia de Mato Grosso em 2018




COMPARTILHE

Setenta e seis pessoas foram mortas em confrontos com policiais, em Mato Grosso, em 2018, segundo dados do monitor da violência, divulgados nesta terça-feira (7). No mesmo ano, dois policiais foram mortos, no estado.

O levantamento faz parte de uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Os dados são disponibilizados pelos órgãos de segurança pública dos estados. O levantamento revela que:

O Brasil teve 6.160 pessoas mortas por policiais no ano passado – um aumento de 18% em relação ao ano anterior, quando foram registradas 5.225 vítimas. A taxa de mortes pela polícia subiu de 2,5 para 3 a cada 100 mil habitantes em um ano. O Rio de Janeiro é o estado com a maior taxa de mortes por policiais: 8,9 a cada 100 mil.

O país também teve 307 policiais assassinados em 2018 (menos que em 2017, quando 374 policiais foram mortos) e o Rio Grande do Norte tem a maior taxa de policiais mortos do país: 2,7 a cada mil. Das 6.160 mortes cometidas pela polícia em 2018, a maioria (90%) aconteceu com policiais em serviço. Os 10% restantes são vítimas de policiais civis e militares na ativa, mas que não estavam trabalhando no momento.

O Rio de Janeiro é o estado com a maior taxa e o maior número absoluto de pessoas mortas em confronto com a polícia: 1.534 vítimas, o equivalente a 8,9 assassinatos a cada 100 mil habitantes. O dado representa 1/4 do total de mortes pela polícia no país. A taxa é a mais alta registrada no estado desde 1998, ano de início da série histórica.

Mortos pela polícia em Mato Grosso - Em setembro do ano passado, dois jovens suspeitos de fazerem parte de uma facção criminosa foram mortos, em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá.De acordo com a Polícia Militar, Marcos Antônio Vieira, de 23 anos, e Luis Victor de Sá, de 20 anos, estavam em uma residência quando foram abordados. Os policias tinham ido até o local após denúncia de que havia uma quadrilha dentro da casa. Segundo o boletim de ocorrência, os jovens dispararam contra os policiais durante a abordagem. Os militares revidaram os disparos e atingiram os rapazes, que morreram no local.

Policial morto em Mato Grosso - Um dos policiais mortos em Mato Grosso, no ano passado, é o sargento da PM Ilário Vilela Silva, de 42 anos. Ele foi morto a tiros durante uma abordagem, em Rondonópolis, a 218 km de capital. De acordo com a Polícia Militar, o sargento e outro soldado faziam rondas quando avistaram um carro estacionado em frente a um supermercado em construção. Dentro do veículo estaria um vigia que havia sido contratado pelo proprietário do supermercado. Ele teria se assustado com a aproximação do policial e disparado cinco tiros contra o PM.


Autor:AMZ Noticias com G1


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<