Quarta-Feira, 21 de Agosto de 2019

Mauro Mendes usa redes sociais para anunciar liberação de obras no Médio Araguaia




COMPARTILHE

O Governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), como de praxe, usou a sua conta no instagram para anunciar a liberação de uma obra na Avenida Beira Rio, em Barra do Garças. A construção dependia de uma licença ambiental concedida pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

O democrata conseguiu o aval e aproveitou para afirmar à população, por meio do prefeito Beto Farias, que conseguiu agilizar o processo. Disse também que está trabalhnado muito e que colocou em dia os repasses à saúde de Barra do Garças referente a este ano.

Durante sua postagem, o democrata comentou a liberação da licença ambiental da Sema para a construção da orla do Porto do Baé, em Barra do Garças. Segundo ele, a obra é importante para o desenvolvimento do turismo no município e na região. A autorização do órgão licenciador, bem como outras iniciativas do governo voltadas ao leste do estado, pode animar os gestores locais, na expectativa por investimentos na região do Araguaia.

“Com muita alegria, a Sema liberou há poucos dias a licença ambiental para você dar continuidade nessa importante e belíssima obra na cidade de Barra do Garças”, disse o governador, em vídeo publicado nesta semana, no Instagram.

Com uma extensão de 1.800 metros, que inicia do Porto do Baé, chegando até a praia da Rapadura, a orla deve se configurar como o novo cartão postal de Barra do Garças. É o que espera o prefeito Roberto Farias (MDB), que trabalha no projeto desde o primeiro mandato. Ele anunciou na última terça-feira (7), o recebimento da licença ambiental, emitida pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

Agora, para o início da obra, falta o envio do recurso, na ordem de R$ 13 milhões. Segundo o gestor do município, o montante já está garantido, através da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco). Ele arrisca uma previsão de início das obras no começo do segundo semestre.

O governador também comentou sobre os esforços para regularizar os repasses à saúde do município. No início do mês, Barra do Garças foi contemplada com 800 mil para o custeio da hospital municipal. Em abril, outros R$ 800 mil chegaram ao município para sanar repasses atrasados.

Durante o governo de Pedro Taques (PSDB), Barra ficou meses sem receber recurso destinado ao setor. Hoje, a gestão Mauro Mendes promete não atrasar os pagamentos. “Nós estamos honrando o compromisso, melhorando os pagamentos, colocando em dias, trabalhando muito para melhorar o nosso Mato Grosso” disse Mendes.

A atenção a Barra se deve a base política do governador no município, articulada ainda durante a campanha. Essas demandas tem sido objeto de constante cobranças não só do chefe do Executivo, mas também do vereador Jaime Rodrigues (MDB), que foi coordenador local de campanha de Mauro Mendes, em 2018.

Demandas do Araguaia - Barra não é a única cidade do Araguaia a observar atendimento do governo nesse início de gestão. Ainda nesta semana, foi anunciada a ordem de serviço para a construção da ponte de 483 metros sobre o rio das Mortes, entre Nova Nazaré e Cocalinho. Um investimento de R$ 40 milhões na logística de transporte de uma das localidades de mais difícil acesso do estado.

Esse não é o único investimento do governo que beneficia aquela população. Além da conclusão da pavimentação da MT-240, que liga Nova Nazaré à BR-158, o governo liberou, no mês passado, o asfaltamento do trecho de quase 60 quilômetros da MT-326 em direção a Cocalinho. A ponte sobre o rio Borecaia, estrutura importante para o tráfego na região, também está em andamento.

Pontes também devem ser levantadas na MT-413, em Santa Terezinha. O governo ainda fará asfaltamento na MT-430, em São José do Xingu, e no trecho da MT-110, entre Guiratinga e Tesouro.

Em abril, o governador anunciou, durante o Fórum de Governo e Prefeituras, essas e uma série de mais de 100 obras para todo o estado. A pavimentação em quatro trechos da MT-100 é um caso a parte, que está demandando articulação específica para a retomada da obra.

Entre Araguaiana e Barra do Garças, a construtora Ensa não demonstrou interesse em executar a obra, o que levou o governo a entrar com um processo de rescisão de contrato. A segunda colocada na licitação será convocada para construir uma ponte de concreto e um bueiro no trecho.

O trecho entre Pontal do Araguaia e Torixoréu está passando por renegociações entre o governo e a construtora Sanches Tripoloni. A obra requer hoje um aditamento superior a 25% de seu valor, que é o teto permitido por lei. Por isso, a Sinfra deve tentar diminuir esse preço.

O trecho seguinte estava sob a responsabilidade da construtora Equipav, mas teve seu contrato rescindido. A empresa terá que devolver quase R$ 9 milhões aos cofres do estado. Agora o projeto será revisado para que o governo faça uma nova licitação. Outro contrato que deverá ser cancelado é referente a obras no trecho entre Ribeirãozinho e Alto Araguaia. São cerca de 30 km que não foram tocados pela construtora contratada, a Ensa, e que devem ser objeto de nova licitação. 


Autor:Redação AMZ Noticias


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<