Quinta-Feira, 21 de Outubro de 2021

Berçários de criação já devolveram mais de 100 mil filhotes de tartarugas aos rios do Araguaia




COMPARTILHE

Mais de 100 mil filhotes de tartarugas já foram soltos nos rios da região Araguaia de Mato Grosso. O projeto 'Amigos da natureza' faz o repovoamento da tartaruga-da-amazônia por meio de berçários em locais seguros e monitorados, até em escolas e quartéis militares. O projeto tem quase 18 anos. Francisco de Assis Ribeiro de Sousa, que trabalha com conservação de tartarugas na região, explica que o projeto começou em 2001.

Os principais objetivos, além da conservação das tartarugas, são a recuperação e reflorestamento, soltura de peixes de espécies nativas na bacia hidrográfica do Araguaia e coleta de lixo em trechos turísticos nos rios da região. A soltura das tartarugas já ocorreu nos municípios da região: Luciara, Santa Terezinha, Porto Alegre do Norte, Confresa e São Félix do Araguaia.

“Esses anos todos de trabalho nós tivemos 100 mil filhotes soltos na natureza fora do risco de predação. Fazemos um berçário num lugar seguro e em alguns lugares fazemos os berçários em escolas, como forma de educação ambiental, e atualmente estamos com um berçário no quartel da PM e na Marinha”, comentou.

O projeto funciona com participação de voluntários e órgãos parceiros, como prefeituras, Ministério Público e colônias de pescadores. “No berçário eclode os ovos e fazemos a soltura em locais seguros onde há abrigo, esconderijo e alimentação. É um trabalho para a perpetuação da espécie, tanto do animal quanto do ser humano”, concluiu.

Os filhotes rompem os ovos e nascem após um período de incubação que varia entre 45 e 60 dias, dependendo do calor do sol. A saída do ninho ocorre quase sempre à noite, estimulada pelo resfriamento da temperatura da areia. Nessa hora, são menores as chances de serem atacados por predadores. Eventualmente, num dia nublado ou chuvoso, pode ocorrer o nascimento durante o dia, por conta do resfriamento da areia.


Autor: Denise Soares com G1


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias