Quinta-Feira, 19 de Setembro de 2019

Presidente da Associação dos Municípios do Araguaia diz que falta de asfalto trava a região




COMPARTILHE

O prefeito de Santa Cruz do Xingu, Marcos de Sá, que atualmente também preside a Associação dos Municípios do Araguaia (AMA), disse que a falta de conclusão das obras de pavimentação da região são o maior entrave ao desenvolvimento local.

De acordo com ele, hoje existem em varias cidades do Vale do Araguaia obras de pavimentação em andamento, algumas concluídas e inauguradas, outras precisando apenas construir pontes, como é o caso da MT-100 que liga Barra do Garças a Araguaiana, onde a pavimentação foi feita e falta construir apenas duas pontes de concreto sobre os córregos Pitomba e ouro Fino, entre Nova Nazaré a Cocalinho as obras de pavimentação foram retomada e segue em andamento, estima-se que mais de 70% das obras já foram concluídas.

No trecho Nova Xavantina (na BR-158) ate Campinápolis falta um pequeno trecho para sua conclusão, já entre Serra Nova Dourada a Novo Santo Antônio as obras seguem em andamento, de Santa Terezinha interligando com a BR-158, embora paralisada em torno de 60% da obra já foi concluída e as pontes de concreto estão em andamento. Santa Cruz do Xingu, interligando o entroncamento de Confresa homens e maquinas estão trabalhando duramente para concluir apenas 10 km que falta para ser entregue a população ate o final do próximo mês e devera ter a presença do governador Mauro Mendes.

Entre as obras importantes de logística o presidente da AMA destacou outra de grande importância, a MT-020 que liga Canarana ate Paranatinga. “para quem reside especificamente no Norte Araguaia, a exemplo de Canarana descendo rumo o Pará, com a pavimentação o trajeto diminuirá em 212 km ate Cuiabá, tanto na ida como na volta, isso é muito significante tanto para o escoamento de grãos em grande escala, aos atendimentos e transporte para tratamento de saúde e o aquecimento do comercio de cada município”. Disse Marcos Sá.

O objetivo da AMA em primeiro momento será discutir com os prefeitos e lideranças estadual e federal as pavimentações asfálticas do Araguaia, bem como acompanhar de perto a pavimentação da BR-158, seja ela pelo contorno Leste ou pelo traçado original. Ultimamente o assunto do momento discutido entre os prefeitos da região.

Segundo Marcos Sá, o que se tem visto e ouvido da classe politica tanto do próprio presidente da republica Jair Bolsonaro, como do governador Mauro Mendes é a defesa da pavimentação pelo traçado original passando por dentro da reserva indígena Marãiwatsédé, em que pese a contragosto de alguns deputados e senadores da bancada federal e estadual que ainda mantem a ideia do contorno passando pelos municípios de Bom Jesus do Araguaia, Serra Nova Dourada e Alto Boa Vista, um trecho maior 60 km, porém beneficiando diretamente 6 municípios do Araguaia

Sobre a conclusão da pavimentação da BR-158 ligando Mato Grosso ao Pará, no entender do presidente da AMA, Marcos Sá, a entidade ira ouvir a posição de cada filiado para só então tomar uma decisão mais ampliada, uma agenda de trabalho já foi solicitada pela AMA junto ao ministro dos transportes no intuito de ampliar o debate no que concerne ao ponto de vista técnico politico e sócio econômico em torno do assunto.

As ideias são divergentes e requer bastante cautela, atualmente prefeitos da região formam posicionamentos divergentes, alguns querem que mantenham a pavimentação pelo traçado original passando por dentro da reserva indígena, enquanto que outros querem pelo contorno Leste. Pelo contorno já existe uma licença ambiental liberada pelo IBAMA para prosseguir com a pavimentação inclusive beneficiando mais seis cidades, enquanto que pela terra indígena existem os entraves ambientais.

Perguntamos ao presidente da AMA sobre os gargalos e morosidade na pavimentação que ira interligar definitivamente a região do Araguaia através das BR-242 bem como a tão sonhada Ferrovia da Integração (FICO) o prefeito respondeu que está próximo e que continuemos confiantes. “pela experiência que tenho em administração publica com dois mandatos de prefeito e um de presidente de Câmara, percebo que a região cresceu nos últimos 16 anos, avançou com construção e abertura de novas estradas, crescimento, produção de grãos, interligação regional, interligação ao sistema nacional de energia, telefonia, asfalto e saúde, e esse avanço continua”. Disse Marcos Sá.

Finalizando a entrevista, o prefeito garantiu que se a região continuar crescendo a passos largos como esta, ele acredita que o Araguaia deixara de ser o gigante adormecido e se consolidara definitivamente na grande fronteira agrícola do Brasil.

Marcos Sá lembrou ainda que recentemente os governos de MT e TO se reuniram em Palmas-TO, para dar prosseguimento à discussão da pavimentação da rodovia Transbananal, serão em torno de 90 km passando por dentro da Ilha do Bananal interligando São Felix do Araguaia-MT a cidade de Formoso do Araguaia-TO, a rodovia passara a se chamar TO-500, um sonho a ser alcançado e mais um caminho a ser encurtado para os portos brasileiros contribuindo ainda mais com o desenvolvimento de Mato Grosso e do Brasil, pontuou o prefeito.


Autor:AMZ Noticias com Araguaia 40 Graus


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<