Domingo, 22 de Setembro de 2019

Sol deve predominar a semana com temperaturas acima dos 40ºC em Mato Grosso




COMPARTILHE

No decorrer desta semana, as temperaturas estarão bastantes elevadas em parte do país, principalmente, na região centro-oeste, onde em várias localidades superará os 40ºC. Este é o caso de Mato Grosso. No fim da manhã de ontem (09), os termômetros já atingiam a casa dos 40ºC, o que colocava Cuiabá como a capital mais quente do país. Para hoje (10), não há previsão de chuva na Grande Cuiabá e a temperatura máxima prevista é de 41ºC.

E, o sol deve predominar até o fim de semana, segundo previsão do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Até lá, os termômetros continuam com níveis elevados, podendo chegar a 42ºC nesta quarta-feira (11) e a 43ºC, nesta quinta (12) e na sexta-feira (13).

O Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) reforça que a massa de ar quente e seco predomina sobre o estado e a previsão é de um dia de céu claro a parcialmente nublado. “O sol predomina e faz bastante calor à tarde”, informou. A umidade relativa do ar (URA) segue baixa, com valores mínimos próximos a 15% em praticamente todas as regiões do estado durante a tarde.

A umidade do ar baixa, semelhante ao clima de deserto, deixa a Grande Cuiabá em estado de emergência. O ideal, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é 60% de umidade. Nesse período crítico do ano, o otorrinolaringologista Anderson Botti, alerta toda a população para a importância da ingestão de líquidos, que precisa ser feita com regularidade durante todo o dia, em especial, às mães e crianças que estão em período de amamentação. Especialista credenciado ao Mato Grosso Saúde, Botti explicou, recentemente, que a somatória desses fatores interfere diretamente em todo o sistema respiratório e imunológico das pessoas.

Os grupos que sofrem mais com o desequilíbrio climático e atmosférico são as crianças e os idosos. "Toda a imunidade vem da mãe, então a lactante precisa estar muito atenta ao consumo de água, pois o lactente, abaixo de um ano, precisa muito dela para sua proteção imunológica e hidratação, visto que a amamentação é a forma mais importante da criança receber água e nutrientes", disse em entrevista divulgada em agosto passado pela assessoria de imprensa.

De acordo com ele, a importância em se manter hidratado é parte fundamental para auxiliar o sistema imunológico. Segundo o otorrino, as vias respiratórias, quando desidratadas e ressecadas, dão permissão para que substâncias alergênicas, como a poeira e fuligem, causarem maior chances de inflamação do trato respiratório. "A água é um veículo para as imunoglobulinas (anticorpos) que funcionam melhor em meio aquoso, então, se o nosso organismo está desidratado, ou ressecado, está mais propenso às infecções, e esse meio atípico propicia o aparecimento de vírus e bactérias", explicou.

Botti ainda alerta que os aglomerados de pessoas podem propagar os vírus dessa época do ano com muito mais facilidade, em especial dentro de ambientes fechados e com a circulação fechada de ar, que são os casos dos ambientes refrigerados por aparelhos de ar-condicionado. Esses aparelhos retiram muito a umidade do ar, prejudicando ainda mais a qualidade do ar. "Importante a utilização dos umidificadores e nebulizadores, que vão ajudar a manter essa hidratação das vias respiratórias, somado sempre à hidratação via oral, que já melhora as condições da qualidade do muco desse sistema que auxilia a proteção do nosso corpo", afirmou.

Outro alerta que o especialista faz é que, devido ao tempo seco e as narinas ressecadas é comum nessa época do ano aparecer os sangramentos espontâneos nasais, principalmente em criança na faixa escolar. “A hidratação das vias respiratórias com soro fisiológico é a melhor solução para a diminuição desses casos”. O médico ainda alerta ainda que o consumo excessivo de sal e de bebidas alcoólicas ajudam na desidratação do corpo. Já a ingestão de alimentos naturais, como frutas ricas em água, é um bom caminho para esse período, onde o corpo necessita de maior hidratação.

Uma dica infalível que o médico dá é para o uso do soro caseiro, que “é excelente e pode ser consumido à vontade”. A produção é simples, bastando diluir duas colheres de sobremesa de açúcar e uma de sal em um litro de água. Os horários para as atividades físicas também devem ser levados em consideração. Para o médico, deve ser respeitado o horário até às 10 horas e depois das 16 horas.


Autor:AMZ Noticias com Diário de Cuiabá


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<