Domingo, 20 de Outubro de 2019

Psiquiatra diz que vida de ostentação nas redes sociais contribui para depressão e suicídio




COMPARTILHE

Instagram, Facebook, ostentação, imagem perfeita, felicidade a todo custo, imediatismo. O estilo de vida conectado às redes sociais é uma das justificativas do aumento da taxa de suicídio entre jovens no Brasil. A constatação foi feita pelo psiquiatra Carlos Renato Periotto.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que o índice de suicídio a cada 100 mil habitantes aumentou 7% no país. Conforme o relatório de 2016, o suicídio é a segunda principal causa de morte entre jovens de 15 a 24 anos. Para o médico, o estilo de vida urbanizado e tecnológico tem contribuído para o desenvolvimento de doenças mentais como a depressão.

“O estilo de vida atual, mais urbanizado, está levando, do ponto de vista psicológico, às coisas mais impulsivas, mais imediatistas, mais midiáticas. Tudo envolve a mídia, a publicação, a ostentação no Facebook, a imagem, o que leva à privação de sono, a um estado crônico de estar cansado, fadigado, de você estar com cortisol elevado e ser mais propício a um quadro depressivo por estar sobrecarregado mentalmente”, explicou Periotto.

O mês de setembro é marcado pela campanha de prevenção ao suicídio, o Setembro Amarelo. O psiquiatra afirma que a ação tem dado resultados, porém o estigma com as doenças mentais ainda é muito grande na sociedade brasileira.

“A campanha ajuda no sentido de a gente trazer o diálogo, a conversa, ficar mais próxima a conversa com as pessoas que precisam. Inclusive, representá-las diante da sociedade, porque elas se sentem muito injustiçadas de não serem reconhecidas pelo seu problema”, revelou.

Em conversa com o MidiaNews, nesta semana, Carlos ainda disse que, com o Setembro Amarelo, mais pessoas têm procurado ajuda e a quantidade de profissionais também está aumentando.

“A psiquiatria voltou a se tornar uma especialidade de interesse dos médicos. Antes era algo deixado de lado, menosprezado, indiferente. Hoje, voltou a ganhar uma relevância até no próprio meio médico”, afirmou.


Autor:AMZ Noticias com Midia News


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<