Domingo, 20 de Outubro de 2019

Remo e Paysandu se enfrentam neste domingo por vaga na final da Copa Verde




COMPARTILHE

É hora de decisão. Os clubes do Remo e do Paysandu duelam neste domingo (5), às 16h, no Estádio Olímpico do Pará/EOP, o Mangueirão, em Belém, para definir quem vai para a final da Copa Verde. Para mais este clássico da Amazônia, serão mobilizados mil policiais militares, 90 bombeiros, 40 guardas municipais, além de agentes de segurança privada. Para o jogo, foram disponibilizados 35 mil ingressos entre pagantes, sócio-torcedores e gratuidades.

Os últimos detalhes do planejamento, especificamente sobre o trânsito, foram definidos em reunião nesta sexta-feira (4). Também participam efetivamente do trabalho e da organização, equipes da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran), Secretaria de Estado de Saúde (Sespa), Ministério Público, Polícia Civil, bombeiros civis; Federação Paraense de Futebol (FPF), representando a Confederação Brasileira de Futebol (CBF); além da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), responsável pela gestão da praça esportiva.

De acordo com o sub-comandante do Batalhão de Policiamento em Eventos, major PM Celton, para garantir o tráfego de veículos na área, serão destacados 30 agentes do Batalhão de Policiamento Rodoviário, 30 do Detran e 16 da Semob. "Vai ser um esforço de todos os órgãos para garantir o fluxo. O torcedor deve procurar chegar cedo ao local. Com relação ao efetivo da PM, deve ser o mesmo do jogo passado", disse o major. A avenida Transmangueirão terá sentido único duas horas antes da partida, apenas em direção ao estádio e, duas horas após o término do evento, o sentido será o inverso.

Segundo o secretário-adjunto da Seel, Vitor Borges, o órgão conta com uma equipe profissional de áreas essenciais, como limpeza e conservação e monitoramento, por exemplo, para assegurar o sucesso do evento. "É uma grande logística para garantir o conforto e a segurança do torcedor", afirmou.

O coordenador de Segurança do EOP, Elber Maia, enfatiza que o suporte das equipes envolvidas é redobrado para o RexPa e é importante que o torcedor esteja "atento para entrar pelo portão que está descrito em seu ingresso e, se vir acompanhado de menores de idade e de pessoas com deficiência, é necessário ter mais atenção por se tratar de evento com grande público". 


Autor:Redação AMZ Noticias


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<