Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019

Bispo de São Félix do Araguaia acredita que é o fim dos tempos a renúncia de Bento XVI




COMPARTILHE

O bispo da Prelazia de São Felix do Araguaia Dom Adriano Ciocca,  disse em entrevista ao Agência da Notícia que a renúncia anunciada nesta segunda-feira (11/02) do Papa Bento XVI é um sinal do fim dos tempos, “é o final dos tempos ver que um Papa pela primeira vez renúncia o pontificado por motivos de doença, isso mostra que aos poucos a Igreja Católica está se adequando ao mundo globalizado em que vivemos”, disse ele.


Para ele não é fácil exercer o serviço do Senhor onde existe um bilhão de fiéis ao redor do mundo, “achei a atitude do Santo Papa honrada, ele está sendo compreensivo, corajoso e humilde ao assumir que não tem mais condições aos 86 anos de idade de continuar exercendo as funções de pontífice”, afirmou o Bispo.


Quando questionado que se a atitude do Papa vai influenciar outros líderes da igreja, ele diz que sim, pois nos tempos modernos é com honra e humildade que os líderes tem que entender que devem fazer o serviço do Senhor Jesus Cristo até quando sentir que é possível.


Sobre a possibilidade da Igreja Católica rever alguns conceitos e até mesmo colocar em discussão alguns desses conceitos com a atitude do Papa que até então é uma grande novidade, ele diz, “claro que em tempos de mudanças, é preciso esforço para se adequar a essas mudanças, e com certeza a Igreja vai buscar debater sim seus conceitos, mas não sabemos de que modo, pois isso ainda é futurismo e é difícil prever como será feito”, disse o Bispo Dom Adriano Ciocca ao site Agência da Notícia.


Renúncia


O papa Bento XVI anunciou, nesta segunda-feira, que vai renunciar do cargo no próximo dia 28.Esta é a primeira vez em quase seis séculos que um papa renuncia ao cargo. O último a fazer isso foi Gregório 12, em 1415.
O Papa disse em um comunicado que está "plenamente consciente da dimensão do seu gesto" e que renuncia do cargo por livre e espontânea vontade.


O porta-voz do Vaticano, Frederico Lombardi, disse que o Papa não havia renunciado por "dificuldades no papado" e que a decisão havia sido uma surpresa, indicando que mesmo os auxiliares mais próximos não sabiam que ele estava para deixar o cargo. O Papa não teme uma cisão na Igreja após sua renúncia, disse o porta-voz.
Ele também explicou que, de acordo com o canon pontifício (normas que regem o exercício do Papa), as condições para deixar o cargo são que o anúncio seja feito de forma livre e que a demonstração seja inequívoca. Ninguém precisa aceitar formalmente a decisão.


Lombardi informou ainda que no mês de março, provavelmente, será anunciado um novo papa. "Para a Páscoa devemos ter um novo papa, essa é a previsão que podemos fazer", disse o porta-voz, explicando sobre a fase de "Sé vacante", que será iniciada às 20h do dia 28 de fevereiro, período que a Igreja terá para anunciar o sucessor de Bento 16. Lombardi afirmou que o papa não irá participar do conclave.


De acordo com o documento, um dos motivos da renúncia seria sua idade avançada. Bento 16 tem 85 anos e sofre de artrite, especialmente nos joelhos, quadris e tornozelo.Joseph Ratzinger nasceu na Alemanha no dia 16 de abril de 1927 e é o pontífice número 265 da Igreja Católica e o sétimo Chefe de Estado do Vaticano.O papa viria ao Brasil em julho para a Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro.


Um conclave será convocado para escolher o próximo pontífice. Até que um novo Papa seja escolhido, o posto ficará vago. Lombardi disse que o Vaticano espera escolher o substituto de Bento 16 até o final de março.
Durante o conclave, Bento 16 irá se mudar para a residência de Castel Gandolfo, ao sul de Roma. Após a escolha do novo Papa, ele deve ir para um convento.


Bento XVI foi eleito para suceder João Paulo II, um dos pontífices mais populares da história. Ele foi escolhido em 19 de abril de 2005, quando tinha 78 anos, 20 anos mais idoso que João Paulo II quando foi eleito.


Autor:Agencia da Noticia


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<