Segunda-Feira, 24 de Janeiro de 2022

Homem de 23 anos descumpre medida protetiva e acaba preso pela Polícia em Confresa




COMPARTILHE

Um homem acusado de descumprir medidas protetivas foi preso pela Polícia Civil do município de Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá) na tarde de terça-feira (14.04).

O suspeito de 23 anos teve o mandado de prisão preventiva decretado pela Comarca de Porto Alegre do Norte. Ele responde por crime de lesão corporal cometido contra a ex-companheira de 33 anos.

A primeira agressão contra a vítima ocorreu no dia 6 de janeiro. Na ocasião, o agressor foi detido em flagrante e levado para a Delegacia de Polícia de Confresa. A vítima requereu medidas protetivas. Mesmo com a restrição imposta pela Justiça, na noite do dia 04 de abril, o suspeito foi até a residência da vítima e a agrediu no pescoço, desferiu socos no olho e machucou a mão da mulher, fugindo em seguida.

Diante dos fatos, a vítima procurou ajuda e imediatamente a Polícia Civil representou pelo mandado de prisão preventiva, expedido pela Comarca de Porto Alegre do Norte. Com a ordem de prisão decretada, os policiais civis conseguiram localizar e prender o agressor em uma residência no bairro Morada Nova.

Conforme o delegado de Confresa, André Rigonato, o homem será interrogado nesta quarta-feira (15) e posteriormente encaminhado para a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte. "Em seguida iremos concluir o procedimento investigatório instaurado contra o suspeito, que tramita no cartório da delegacia, que tem o SAMIC - atendimento especializado voltado exclusivamente para atender vítimas mulheres, idosos e crianças", destacou o delegado de polícia. 


Autor: Redação AMZ Noticias


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias