Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019

Maggi recebe negativa do Supremo Tribunal Federal e fica no PR




COMPARTILHE

O senador Blairo Maggi não vai mais mudar de partido. Depois de receber uma resposta negativa do Supremo Tribunal Federal, ele confirmou que vai permanecer mesmo no Partido da República, o PR. Segundo ele, o clima já está um pouco mais saudável entre os líderes republicanos. O senador vai atender ao pedido feito pela base aliada e a militância do partido em Mato Grosso.

Ao confirmar que não deixa os republicanos, Blairo Maggi só não quis comentar sobre seu futuro político: se ainda sonha com uma vaga no ministério da presidente Dilma Rousseff ou se vai se preparar para a eleição ao Governo do Estado em 2014. O PR mato-grossense diz que a única alternativa é a disputa ao Governo do Estado. Segundo os republicanos a chance de vir a ser ministro é minguada e o importante para o partido é recuperar o governo estadual.

Blairo Maggi tem demonstrado irritação quando é abordado sobre o tema. Faz questão de lembrar que “ainda estamos no começo de 2013. É muito cedo para se falar em eleição. Esta questão só vai começar a ser discutida no final deste ano ou no início de 2014”, esclarece.

Recebendo apoio integral da base do partido, principalmente dos republicanos mato-grossenses, que confirmaram que o seguiriam caso deixasse o PR, Maggi sabe que sua missão agora será ainda mais atrelada ao seu grupo e que se a vontade for para que dispute novamente o Governo do Estado terá de assumir a missão.  

“Tivemos uma reunião com o senador a semana passada e deixamos claro que se ele deixasse o PR nós sairíamos juntos”, disse o deputado estadual J. Barreto. “Estamos unidos com o nosso líder maior. Ele resolveu permanecer na base e, com eles vamos construir o PR ainda mais em Mato Grosso. Nossa meta é voltar ao Palácio Paiaguás”, disse Barreto, numa clara demonstração de que o destino de Maggi já está traçado: disputar o Governo do Estado.

Nesta segunda-feira o partido se reúne em Cuiabá. Além de hipotecaram apoio a Maggi e confirmar que ele continuará sendo a principal liderança do partido em Mato Grosso, o encontro terá como meta difundir o PR e traçar planos para o seu crescimento. O presidente estadual da sigla, deputado federal Wellington Fagundes confirma que um dos objetivos neste primeiro semestre será ganhar militantes e lideranças para as próxima eleições. O outro é mostrar a Maggi que ele é o único caminho para o PR voltar a comandar o Palácio Paiaguás.


Autor:24 Horas News


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<