Quinta-Feira, 20 de Janeiro de 2022

Prefeito de Cuiaba cancela realização do Carnaval e quer transformar o feriado em dia útil




COMPARTILHE

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que está mantido decreto que suspende Carnaval de 2021 em Cuiabá. O gestor ainda revelou que tenta tornar o feriado facultativo um dia útil. A informação foi divulgada durante cerimônia de vacinação, realizada na quarta-feira (20).

“Está mantido. Só não está decidido ainda se será dia normal. Estou querendo transformar o feriado de carnaval em dias úteis. Isso ainda não está decidido, mas Carnaval está cancelado. Não tem nem condições”, destacou o prefeito.

Além do cancelamento do carnaval, o prefeito descartou novo fechamento de comércio na cidade. Ele afirma que as pessoas precisam trabalhar para ter renda e se proteger. Também cita que a responsabilidade é compartilhava. Cada um deve se cuidar.

“Não vou ficar baixando decreto para determinar comportamento de marmanjo, de pai de família ou de jovens, que sabe muito bem a gravidade e a seriedade do que estamos vivendo nessa pandemia. Não adianta cobra do prefeito, das autoridades, se você não faz sua parte”, garantiu o gestor.

Pinheiro afirma que até as crianças já sabem do coronavírus e não é promovendo o “enclausuramento generalizado” que isso será resolvido. Há 10 meses medida fazia sentido, quando não havia preparação, mas não agora.

O prefeito informou que irá encaminhar um projeto de lei à Câmara de Cuiabá tratando especificamente no período de pandemia em relação a casa de espetáculos privadas. Tais estabelecimentos têm promovido eventos superlolatos e chocado a população pela irresponsabilidade de seus responsáveis e clientes. “Faremos uma lei que vai da advertência, suspensão até cancelamento do alvará de funcionamento. Além de multa bem pesada”, destacou o gestor.


Autor: AMZ Noticias com Assessoria


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias