Quinta-Feira, 02 de Dezembro de 2021

Naturatins inicia coleta de impressões nas comunidades para concessão de serviços dos parques estaduais




COMPARTILHE

O Instituto Natureza do Tocantins iniciou o processo de coleta de impressões das comunidades tradicionais para a concessão dos serviços dos Parques Estaduais do Cantão e Jalapão. Na ultima segunda-feira, 09, a equipe técnica esteve no Parque Estadual do Cantão (PEC) para dialogar com os torrãozeiros que vivem no Parque.

A atividade contou com a presença dos membros da Associação dos Micro e Pequenos Ruralistas e Ambientalistas das Ilhas do Cantão e Araguaia (Ampril) e representantes dos Torrãozeiros de Barreira dos Campos do Pará iniciou com a explanação do diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas, Warley Rodrigues esclarecendo a diferença entre privatização e concessão, uma dúvida recorrente entre a comunidade, esclarecendo que se trata de uma cessão de direito para a realização de serviços dentro da área do Parque. Ademais, reforçou que as áreas a serem concedidas serão aquelas que não tenham comunidade presente.

Warley Rodrigues. Disse que “Essa atividade realizada é mais uma ação no contexto dos termos de compromisso de parceria que as Unidades de Conservação têm com as comunidades tradicionais que estão nessas Unidades. Hoje, no caso, estamos no Cantão e nos reunimos com os torrãozeiros e explicamos para eles as áreas que serão concessionadas, que não tem área a ser concessionada com comunidade dentro”

 As comunidades poderão ter benefícios com a concessão dos serviços mediante o desenvolvimento de atividades em parceria e incentivos ao empreendedorismo, as atividades de turismo e incentivo ao modo de vida tradicional que pode agregar e muito às atividades turísticas que um futuro concessionário do Cantão pode vir a ter a disposição, não só as áreas concessionadas, mas também uma rica vivência, um rico turismo de base comunitária que ele pode interagir e formar parceria com essas comunidades”,  reforçou o diretor.

Durante a reunião, os torrãozeiros puderam apresentar quais melhorias gostariam de ter com a vinda de uma concessionária, dentre elas está o desenvolvimento do turismo sustentável e o de base comunitária na região, melhorias em suas habitações dentro do Parque e capacitação dos jovens para trabalhar com o turismo em diversas frentes.

O torrãozeiro Ezequiel Costa da Silva avalia a reunião como positiva. “A reunião foi boa, onde nós discutimos e expomos nossas ideias e eu acredito que vai ser uma boa parceira.  Acredito, porque a gente está aqui ouvindo o que vocês trouxeram de bom para nós e eu acredito que essa parceria vai ser um sucesso”.

Ezequiel acrescentou ainda os principais anseios do coletivo. “Hoje o que nós mais lutamos é pelo turismo sustentável. Nós precisamos trabalhar o turismo dentro de nosso município e eu acredito que essa parceria que está vindo vai ser um ponto de partida, que vai alavancar a economia, porque a gente não tem como trabalhar só agricultura familiar, porque nós temos famílias aqui dentro de Caseara, temos jovens que precisam de incentivo nessa área de turismo. Esse é nosso ponto de vista dentro dessa reunião”, afirmou o torrãozeiro Ezequiel.Nos próximos dias, 10 e 11, a coleta de impressões das comunidades tradicionais seguem no Jalapão com as comunidades quilombolas Carrapato, Mumbuca e Boa Esperança.

Projeto -  Esta é mais uma fase do projeto, que está em processo de modelagem, na qual é possível identificar o que precisa ser feito em cada um dos parques e com isso será criado um plano de negócios que deve ser seguido pela iniciativa privada. Após a criação do plano de negócios serão estudados os aspectos técnicos e jurídicos e será apresentado à sociedade organizada, órgãos e instituições públicas, incluindo as comunidades tradicionais que vivem nos Parques, por meio de audiências públicas.

É neste momento, que a sociedade poderá dar sugestões, tirar dúvidas e apontar as adequações necessárias ao projeto. O projeto de concessão dos serviços dos Parques faz parte do Programa de Estruturação de Concessões de Parques Naturais desenvolvido pelo Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), que selecionou 26 parques de seis estados brasileiros, entre eles o Parque do Cantão e Jalapão.


Autor: AMZ Noticias com Thuanny Vieira


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias