Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020

Serys se junta a Galindo e Pagot, e reforça o PTB no pleito das eleições de 2014




COMPARTILHE

A ex-senadora Serys Slhesssarenko, se filia oficialmente ao PTB nesta sexta-feira, dia 23 de agosto em ato ampliado do partido, o evento acontece às 19 horas no Hotel Paiaguás, na Avenida do CPA, e contará com presença do deputado federal, Benito Gama presidente nacional da sigla, alem de outras lideranças.

O nome da ex-parlamentar é a principal via da agremiação para concorrer ao Senado, nas eleições de 2014,e tem se fortalecido muito devido aos desgastes dos principais postulantes ao cargo, um deles o Governador Silval Barbosa.

Nos últimos dias, Serys já discute os encaminhamentos petebistas com o presidente estadual da legenda, o ex-prefeito de Cuiabá, Chico Galindo e o ex-diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antônio Pagot, que também faz parte dos quadros do partido.

Gostem ou não gostem, tenham amor ou ódio, mas as ações do trio petebista, formado pelo presidente da sigla em Mato Grosso, o ex-prefeito de Cuiabá, Chico Galindo, a ex-senadora Serys Slhessarenko e o ex-diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antonio Pagot, estão provocando uma reviravolta no cenário político estadual.

Informações dão conta que o projeto conhecido como “O Mato Grosso que o PTB quer”, esta recebendo adesões em massa de lideranças comunitárias, políticas e empresariais do estado do Mato Grosso.

Os dirigentes petebistas se organizam em bloco para a disputa de 2014, e por isso o PTB segue com a ideia de trabalhar uma chapa a deputado estadual regionalizada, e assim eleger até três deputados estaduais e também uma chapa de federal para eleger de um a dois deputados federais, além de disponibilizar nomes para as majoritárias.

Para quem é do meio político, as adesões ao PTB não soam como surpresa, devido ao poder de articulação de Galindo, Pagot e Serys, os três tem um histórico de fazer inveja a qualquer articulista.

Chico Galindo era um desconhecido empresário, que saiu da sombra do irmão, o ex reitor da UNIC, Altamiro Galindo, e chegou em 04 anos ao comando da Prefeitura de Cuiabá, passando ainda pela Assembleia Legislativa como deputado estadual.

Galindo é criticado por alguns setores prejudicados por suas ações frente ao Alencastro, mas dois fatores lhe fortalecem, mesmos que os críticos de plantão lhe questionem, foi ele quem implantou um novo sistema de gestão e planejamento em Cuiabá, colhendo desgastes, mas que será a principal ferramenta do sucesso do atual prefeito Mauro Mendes.

Alem disso Galindo tem a fama de cumprir o prometido, mesmo que alguns de seus “companheiros de PTB” não sigam o seu exemplo.

A equipe de Mauro Mendes, não admite, ou melhor, finge não admitir, que Chico Galindo foi o principal responsável pela vitoria de Mauro Mendes, ao intimar seus correligionários e colocar os mesmos a favor de Mendes, provocando uma reviravolta nos últimos dias da disputa eleitoral de 2012, quando a eleição era totalmente favorável ao desafeto político de Galindo, o ex vereador Ludio Cabral .

Quanto a Serys, todos sabem que depois de 03 mandatos como deputada estadual, ela derrotou em 2002 na sua eleição ao senado, o grande ícone da política mato grossense, o ex- governador Dante de Oliveira.

A ex-senadora começa levar vantagem sobre os outros pretensos candidatos, devido a desgastes e escândalos de seus prováveis concorrentes, alem de ter se tornado  a principal vitima do mal fadado projeto petista de 2010, que definhou o PT em Mato Grosso.

Já Pagot, chegou ao cargo de diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), um dos mais importantes cargos do Brasil,  depois de ser ter sido o fiel escudeiro e super secretario do ex-governador Blairo Maggi por 08 anos.

Pagot saiu do DNIT sobre fogo cruzado de acusações, porem nada foi provado contra sua pessoa, e fontes admitem que ele foi vitima de um complô liderado por colegas políticos, inclusive entre eles, deputados de Mato Grosso, temerários com seu poder de fogo.

Admitam ou não, o PTB de Mato Grosso sob o comando de Galindo,  Serys, e Pagot, juntamente com outros lideres, caminha para ser uma das principais peças do jogo em 2014.


Autor: Jornal da Noticia


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias