Sábado, 19 de Outubro de 2019

Osvaldo Sobrinho quer dar sequencia aos projetos do seu 1º mandato de senador




COMPARTILHE

O senador Osvaldo Sobrinho (PTB) – que assumiu a vaga de Jayme Campos (DEM) após o democrata tirar licença por 121 dias para articular as eleições de 2014 – planeja dar continuidade aos projetos que deixou no Senado quando encerrou seu mandato parlamentar. O petebista também promete dar continuidade ao trabalho do titular com foco na defesa da educação.

Neste sentido, o senador promete trabalhar para que o projeto de lei 560/2009 seja aprovado em plenário. A matéria, de autoria de Osvaldo Sobrinho, garante aos profissionais da educação das redes públicas de ensino, período reservado a estudos, planejamento, avaliação e participação na comunidade, nunca inferior a um terço da jornada de trabalho remunerado. Dessa forma, na avaliação do petebista, os professores teriam tempo livre, previsto em lei, para se dedicar a atividades extraclasses. “A intenção é proporcionar mais aperfeiçoamento aos educadores”,pontua.

Conforme o senador, o projeto de lei está em tramitação e já teve parecer favorável da relatora Lídice da Mata (PSB-BA). Osvaldo Sobrinho, entretanto, enfrentará a missão de convencer os outros parlamentares pela aprovação, já que a proposta também gera custos.

Osvaldo Sobrinho, que já havia anunciado a saída da vida pública, parece ter mudado de ideia. Isso porque, desde que assumiu vaga no Senado, está dizendo que pretende continuar o trabalho de Jayme e, se possível, fazer mais. “Quatro meses é um tempo muito curto para inovar muitas coisas, mas se eu der conta de acompanhar os projetos de Jayme e continuar com os meus será um avanço muito grande”, afirmou.


Autor:RDNews


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<