Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020

Brasil e os grupos da morte atormentam as seleções para o sorteio desta sexta feira




COMPARTILHE

A Copa do Mundo de 2014 começa a ganhar sua feição nesta sexta-feira, quando o sorteio na Costa do Sauipe definirá os oito grupos da primeira fase. A partir das 14h (de Brasília), representantes de seleções de todos os continentes cruzam os dedos para evitar os grupos da morte e um incômodo encontro com o anfitrião Brasil logo de cara.

Equipes tradicionais do futebol internacional e craques de renome podem cruzar o caminho do Brasil logo na primeira fase. As campeões mundiais Itália, França e Inglaterra estão no pote 4, junto com a Holanda, vice de 2010, e Portugal de Cristiano Ronaldo. Todas essas são rivais em potencial dos anfitriões para os três jogos iniciais na Copa.

Vários técnicos presentes na Costa do Sauipe apontaram o Brasil como favorito único do Mundial, um patamar acima dos demais. Neste rol de opiniões estão os comandantes de Grécia e Honduras, que podem ser rivais dos anfitriões, e o da Bélgica, outra cabeça de chave.

Já definido como cabeça do grupo A, o Brasil estreia em 12 de junho no Itaquerão, em São Paulo. Cinco dias mais tarde a seleção volta a campo no Castelão, em Fortaleza. Por fim, a equipe de Scolari encerra a participação na primeira fase no Mané Garrincha, em Brasília.

O sorteio começa com a operação que levará uma das nove seleções europeias do pote 4 para o de número 2, que conta com os cinco africanos, além de Chile e Equador. Em seguida este representante da Europa será direcionado para um dos grupos encabeçados por sul-americanos: Brasil, Argentina, Colômbia ou Uruguai.

Além do temor dos "grupos da morte", as seleções torcem para evitar itinerários tortuosos na primeira fase. Entre os cabeças de chave, uma das posições mais cobiçadas é o grupo H, cuja seleção de topo será a que viaja menos neste estágio do torneio – 698 quilomêtros. Esta é a predileção anunciada dos uruguaios, por exemplo.

"Vamos jogar um torneio em um país com distâncias muito grandes. Por isso a vida dos favoritos vai depender muito do sorteio", opinou o português Carlos Queiroz, técnico do Irã.

"As distancias não são curtas, mas são iguais para todos. O mais importente é escolher uma boa base. A experiência depois da África do Sul foi excelente. Todos ficaram satisfeitos com o local escolhido", afirmou o ex-jogador espanhol Fernando Hierro, que participará do processo de sorteio das bolinhas.

Além de Hierro, outros sete jogadores conhecidos representarão os demais sete campeões do mundo: o uruguaio Ghiggia, o francês Zidane, o alemão, Mattheus, o inglês Hurst, o argentino Kempes, o italiano Cannavaro e o brasileiro Cafu.

O evento desta sexta em um resort de luxo na Costa do Sauipe custou R$ 26,5 milhões (sendo R$ 6,5 milhões bancados pelo governo da Bahia) e contará com cerca de mil homens na operação de segurança.

O casal de atores Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert comandará a cerimônia de uma hora e meia de duração, no litoral baiano. O evento ainda terá a participação dos cantores Alexandre Pires, Alcione, Emicida e Vanessa da Mata. O desfecho do show terá o comando da baiana Margareth Menezes, em performance ao lado do Olodum. 

A cerimônia terá 1300 convidados e será transmitida para 193 países ao redor do planeta. Mais de 2 mil jornalistas do Brasil e do exterior estão credenciados para a cobertura do evento. A expectativa é de que a audiência atinja 250 milhões de pessoas.


Autor:UOL


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias

<