Quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019

Blairo lidera pesquisa e tem 10 pontos sobre Taques; Lúdio Cabral aparece em 3º lugar




COMPARTILHE

Uma pesquisa feita pelo Instituto Mark em parceria com o site RDNews levou pesquisadores a ouvirem 1.171 eleitores de 70 municípios de Mato Grosso entre 14 e 17 deste mês. A margem de erro da pesquisa é de 3,5% para mais ou para menos. Dos entrevistados, 50,2% são do sexo masculino e, 49,8%, do masculino.

Ainda na sondagem estimulada, o nome do vice-governador Chico Daltro (PSD) só alcança a 2,2%. O “lanterna” é José Marcondes, o Muvuca (PHS), com apenas 0,3%. Indecisos somam 20,5%. Já na amostragem sem inclusão do nome de Blairo, que foi governador por dois mandatos, quem passa a liderar com ampla vantagem é Taques, com 40,9%. Lúdio aparece com 11,5%, seguido de Daltro (4,4%) e do empresário Eraí Maggi (PP), com 3,3%. Nesse caso, o universo de indecisos se amplia para 37,2%.

Quando se inclui o nome do pecuarista e ex-prefeito de Água Boa, Maurição Tonhá como pré-candidato do PR no lugar de Blairo, o cenário pró-Taques pouco alterna. O pedetista detém 41,8%, com Lúdio em segundo lugar, com 11,3%. Maurição só registra 1,4%. Na espontânea, Blairo e Taques estão tecnicamente empatados, com 6,2% e 5%, respectivamente. Lúdio aparece com 1,5%. Se declararam indecisos 84,6%.

O Mark fez simulação de segundo turno. Nos confrontos, a diferença entre Blairo e Taques é de apenas 4,8 pontos percentuais (ver cenário A). Taques, por sua vez, ganha com ampla vantagem de Lúdio (44,2% a 11,6%) e de Eraí (46,2% a 5,2%).

Das pessoas consultadas, 6,4% ganham até um salário mínimo; 66,5%, de 1 a 5 salários; 20,5%, de 5 a 10; 4,5%, de 10 a 20 mínimos; e 2% acumulam renda familiar acima de 20 salários.

Sobre o grau de instrução; 7,3% dos eleitores consultados são analfabetos ou possuem o primário incompleto; 15,4% têm o primário completo e/ou 1º grau incompleto; 28,9% registram o 1º grau concluído e/ou ensino médio por terminar; 38,9% contam com ensino médio completo e/ou superior incompleto; e 9,5% dizem ter concluído curso superior.

Em relação à idade das pessoas consultadas pelos pesquisadores nos 70 municípios mato-grossenses, 3,2% dizem ter entre 16 e 17 anos; 15,6%, de 18 a 24; 23,4%, de 25 a 34; 24,9%, de 35 a 44; 23,1%, de 45 a 59 anos e 9,7% contam com mais de 60 anos.

 


Autor:RDNews


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<