Domingo, 19 de Janeiro de 2020

Prefeito de Vila Rica é o único que não manifesta apoio a candidatura de Silval




COMPARTILHE

Pelo menos nove dos 10 prefeitos ouvidos por nossa reportagem, no giro pelo Norte do Araguaia consideram “altamente viável” a possível candidatura do governador Silval Barbosa (PMDB) ao Senado da República por Mato Grosso, em outubro deste ano. Somente o prefeito de Vila Rica, Luciano Marcos Alencar (DEM), não quis se manifestar, argumentando ser “questão de foro íntimo e não cabe a ninguém fazer juízo de valor”.

Menos de uma semana antes, Luciano Alencar havia armado palanque e recepcionado o senador José Pedro Taques, líder da oposição e pré-candidato do PDT ao governo de Mato Grosso.

Entusiasta da postulação do governador, a prefeita de São José do Xingu, Raquel Campos Coelho (PSD), estendeu tapete vermelho para Barbosa. “Ele vai saber tomar a melhor decisão para Mato Grosso. Porém, se chegar à disputa, não tenho dúvidas sobre a ampla chance de sair vitorioso”, observou ela, que se colocou na condição de “voluntária para pedir votos”.

O presidente da Associação dos Municípios do Norte do Araguaia (AMNA), prefeito Gaspar Domingos Lazari (PSD), de Confesa, afirmou que, sem o ex-governador e senador Blairo Maggi (PR), Silval tem condições de ser o principal ‘puxador de votos’ da aliança governista. “É evidente que trata-se de uma decisão pessoal e intransferível. Mas se eu pudesse dar uma sugestão ao governador, seria para que enfrente o pleito de outubro”, disse Gaspar Lazari.

Da mesma forma pensa o prefeito Valdez Viana (Pros), eleito pelo PSB. “O importante é que o governador Silval possui serviços prestados em praticamente todas as regiões de Mato Grosso e, em sendo assim, a conquista do voto é uma conseqüência”, definiu Valdez, que momentos antes tinha inaugurado trecho da MT-412 com Barbosa e o vice-governador Chico Daltro (PSD).

“Sem dúvida, trata-se do nome com melhor musculatura para o Senado da República, caso ele decida sair [candidato]. Creio que deve sair, sem medo de ser feliz”, sugeriu o prefeito Emival Gomes de Freitas (PSD), de Porto Alegre do Norte. Emival de Freitas demonstrou sua confiança em Silval pouco depois do lançamento do edital de licitação para a construção do Hospital Regional Santo Dumont, com 250 leitos, em Porto Alegre do Norte, prevista para começar em menos de dois meses.

Aos 35 anos e mais jovem da região, o prefeito de Santa Cruz do Xingu, Marcos de Sá Fernandes da Silva (Pros), também se demonstrou entusiasta da possível candidatura de Barbosa. “Seria um diferencial na disputa, capaz de mostrar o que fez por Mato Grosso, sem eu mandato”, assegurou Marcos de Sá.

Em entrevista concedida com exclusividade dentro de seu carro, em Canabrava do Norte, Silval disse que a decisão estava “em processo de amadurecimento”, para ser anunciada em fins de março. De qualquer forma, seu comportamento na viagem foi de autêntico pré-candidato a senador da República.

O presidente estadual do PMDB, deputado federal Carlos Bezerra, responsável pela montagem da coligação da aliança governista, disse que o partido vai respeitar a decisão do governador. Bezerra negou que haja pressão para Silval ser candidato. “Certamente ele tem o tempo dele [4 de abril] para se definir. A nós cabe esperar”, pontuou o presidente peemedebista.


Autor:Ronaldo Pacheco com Olhar Direto


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias

<