Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020

Agredida no Rio Grande do Norte, mulher desfigurada recebe pedido de perdão no celular




COMPARTILHE

A dona de casa Fabiene Gonzaga Martins, de 25 anos, que ficou com o rosto desfigurado ao ser espancada em Natal, vem recebendo mensagens com pedidos de perdão e declarações de amor que ela acredita terem sido enviados pelo tatuador Leandro José de Lima, de 23 anos. Ex-companheiro da vítima, ele foi denunciado à polícia como sendo o homem que a agrediu com socos e pauladas.

Nesta sexta-feira (9), a mulher repassou com exclusividade ao G1 duas das mensagens que recebeu pelo celular. A polícia ainda procura pelo suspeito. Na primeira, é possível entender que o autor se declara: 'Te amo nunca vou apagar seu nome vai ta sempre no meu corpo pra sem' (SIC). Na segunda, ele pede perdão: 'Ta certo meu amor me perdoa pelo amor de deus tenta evitar o pior p' (SIC).

O ex-companheiro de Fabiene, com quem ela manteve um relacionamento de 3 anos, teve a foto e o nome divulgados pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) da zona Sul de Natal uma semana após a vítima prestar queixa. Segundo a delegada Karen Cristina Lopes, responsável pela investigação, um mandado de prisão preventiva já foi expedido contra Leandro.

Fabiene diz que vai procurar a polícia novamente, pois teme sofrer uma nova violência. Ela conta que se recupera bem, apesar de ainda aguardar por uma procedimento médico que irá reconstruir dois ossos da face. "Agora estou melhor. Graças a Deus consegui marcar para a próxima semana a minha cirurgia. Depois vou fazer uma plástica para voltar a ficar bonita como antes", alegrou-se.

O espancamento

A dona de casa afirma que foi espancada entre a noite de 20 de abril e a madrugada do dia 21, dentro da casa de Leandro, que fica no Passo da Pátria, na Zona Leste da cidade. Ela disse que fazia uma semana que havia se separado dele porque não aguentava mais apanhar, mas teve que procurá-lo porque foi buscar o filho do casal, um garoto de 4 anos. "Mandei meu filho para visitá-lo pelo irmão dele. Mas na hora de buscar o menino ele (Leandro) quis que eu fosse até lá", explica Fabiene.

Quando chegou à residência do ex-companheiro, a mulher conta que Leandro "foi super amoroso no começo, mas quando percebeu que não tinha acordo passou a ficar agressivo". Fabiene diz que foi espancada com o cabo de um rodo, além de ter levado socos no rosto.

No dia seguinte, Fabiene foi ao Instituto Técnico-Científico de Polícia para fazer exame de corpo de delito. Na ocasião, ela tinha vários pontos na cabeça, hematomas por todo o rosto e sangue coagulado nos glóbulos oculares.

 

A delegada Karen Cristina reforça que a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher está recebendo informações sobre o caso no telefone  (84) 3232-2526. "O mandado de prisão está na internet e qualquer policial pode fazer o cumprimento", explica.


Autor:O Globo


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias

<