Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020

Assassinato de fazendeira idosa em Juina pode ter sido motivado pelo crime de vingança




COMPARTILHE

A Polícia Judiciária Civil trabalha com a hipótese do assassinato da fazendeira Marta Alves Ishiba, 60, estar relacionado a uma vingança. Um casal de namorados suspeitos de planejar o crime foi preso em cumprimento de mandado de prisão preventiva, na última terça-feira (20.05), em Cuiabá.

Com apoio de policiais da Polinter, Nubia Camila Vargas Witcel, 23, e Albert Einstein Pinto de Arruda, 25,  foram presos na região do CPA, em Cuiabá, e interrogados pelo delegado de Juína, Rodrigo Costa Rufato, que acompanhou a prisão.  O casal foi indiciado por homicídio qualificado e poderá responder por outros crimes até o final da investigação.

O delegado informou que novas prisões também poderão ocorrer até o final do inquérito policial. Segundo ele, a moça conhecia a vítima, pois o pai dela tinha um relacionamento com a fazendeira e algo, ainda não esclarecido, na relação pode ter motivado o crime. "Acreditamos em seja vingança por conta dos requintes de crueldade", disse.

A fazendeira Marta Alves Ishiba desapareceu no dia 4 de outubro de 2013 e seu corpo encontrado sete dias depois, 11 de outubro, carbonizado em pneus, numa região de mata, na localidade denominada Linha 7. Próximo aos restos mortais da vítima estava a caminhonete Mitsubishi L-200, prata, com pertences, inclusive a bolsa com documentos da vítima.

O delegado Rodrigo Rufato informou que a Polícia Civil investiga uma terceira pessoa, que teria se passado por pretenso comprador para atrair a vítima, e não descarta a participação de outras no assassinato. Na ocasião, a vítima havia saído para encontrar o suposto comprador da área, a 80 km da cidade de Juína. "Foi uma emboscada", disse o delegado. "Acreditamos que ela tenha permanecido uns cinco dias em poder dos criminosos", completou.

De acordo com Rodrigo, o inquérito policial deverá ser concluído na próxima semana e mais detalhes da investigação serão esclarecidos.


Autor: Jornal da Noticia com Assessoria


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias