Sábado, 16 de Novembro de 2019

MPF apura a suposta compra de votos em Santa Terezinha e Santa Cruz do Xingú




COMPARTILHE

O Ministério Público Federal Eleitoral apura se a candidata derrotada ao Governo, Janete Riva (PSD), e o deputado estadual eleito, Oscar Bezerra (PSB), cometeram o crime de abuso de poder econômico e captação ilícita de sufrágio, durante a campanha eleitoral deste ano.

Neste período, ambos teriam realizado, por meio de cabos eleitorais, a troca de combustível por votos. Janete é investigada devido a apreensão de sete tíquetes de combustível de sua campanha. Eles estavam em posse da cabo eleitoral Simony Maio, no posto Tigrão, em Santa Terezinha. Já Oscar é acusado de ter usado o Posto Bege, em Santa Cruz do Xingú, para cometer o mesmo tipo de crime eleitoral. Os dois casos são apurados pelo MP, que pode ou não oferecer denúncia contra ambos.

Neste sentido, a situação mais complicada pode ser a do socialista, que foi eleito após obter 20.390 votos. Sendo assim, se for denunciado e, posteriormente, condenado, corre o risco de perder a vaga. Janete, por sua vez, se comprovado o crime eleitoral, pode sofrer sanções como a perda dos direitos políticos. Em ambos os casos, entretanto, as investigações ainda estão no começo.

Tanto Janete quanto Oscar tem base eleitoral em Juara. Janete é esposa do deputado estadual José Riva (PSD), que deixa a vida pública em janeiro. Já Oscar é marido da deputada estadual Luciene Bezerra (PSB), que não disputou as eleições justamente porque o socialista estava no páreo.

Outro lado

Procurada pelo Rdnews, Janete, por meio da assessoria, informa que os advogados vão analisar o processo para se manifestar. Destaca, contudo, que desde já está à disposição da Justiça. Oscar Bezerra também foi procurado pela reportagem, mas o celular estava desligado.


Autor:RDNews


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<