Quinta-Feira, 20 de Junho de 2019

MEC reconhece com excelente classificação Curso de Agronomia do IFMT Araguaia




COMPARTILHE

Depois do Campus Campo Novo dos Parecis do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso – IFMT, agora é vez do Campus de Confresa, comemorar o resultado da avaliação realizada pelo Ministério da Educação – MEC, para o reconhecimento do Curso de Bacharelado em Agronomia, que atribuiu ao curso um conceito 4,0, que corresponde a um perfil MUITO BOM de qualidade, numa escala de notas que vai até 5.

O relatório, disponibilizado na última semana, foi motivo de alegria para a instituição, “o resultado é reflexo de muito trabalho, planejamento e organização, além disso, o IFMT tenta cumprir a risca seu papel social, que é levar as condições de formação e qualificação profissional, e desta forma melhorar as condições sociais de emprego e renda”, disse ao Jornal da Noticia, Josemar Lorenzetti, Coordenador do Curso de Agronomia do IFMT Norte Araguaia.

Lorenzetti, também disse que entre os aspectos que contribuíram para a boa avaliação do curso de Agronomia nos  Campus do  Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso – IFMT está a organização didático-pedagógica, que envolve o Plano de Desenvolvimento Institucional, Projeto Pedagógico do Curso e Diretrizes Curriculares Nacionais.

Segundo o parecer, as políticas institucionais de ensino, de extensão e de pesquisa estão muito bem implantadas no âmbito do curso, formando profissionais que atuam no desenvolvimento econômico, cultural e tecnológico da região mato-grossense.

Em relação ao corpo docente e tutorial, o parecer do MEC foi muito positivo, ressaltando que o curso apresenta um corpo docente qualificado, com um percentual de titulação obtida em programas de pós-graduação stricto sensu superior a 75%.

Segundo os relatórios, o colegiado está regulamentado de maneira excelente, considerando os aspectos de representatividade dos segmentos, periodicidade das reuniões, registros e encaminhamento das decisões.

Em relação a infraestrutura, são destacadas a qualidade das salas e dos laboratórios, que seguem as normas de funcionamento, utilização e segurança, e atendem, de maneira suficiente os alunos, complementando também que encontram-se em fase de conclusão, com previsão de entrega para o próximo semestre, novos laboratórios didáticos de solos, botânica, entomologia, sementes e fisiologia vegetal, fitopatologia e microbiologia.

Além disso, o relatório destaca como positiva a consonância do curso com a realidade socioeconômica regional e a formação de profissionais capacitados para atuar com tecnologias modernas de produção agrícola.


Autor:Jornal da Noticia


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/jornalda/public_html/2018/noticia.php on line 212
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<