Sbado, 28 de Marco de 2020

Helicptero do IBAMA sofre atentado a balas em garimpo de rea indgena no Sul do Par




COMPARTILHE

Um helicóptero do Ibama foi alvo de um atentado a bala na tarde da ultima quinta feira(16), no Sul do Pará.

O atentado ocorreu na região conhecida como Garimpo do Santídio, que há vários anos vem funcionando de forma clandestina na área indígena em Cumaru do Norte.

Os disparos ocorreram durante a Operação Rio Dourado II, que está sendo realizado por agentes do Ibama,  Polícia Militar do Pará e Funai,  que  tem como objetivo extinguir a existência de garimpos clandestino na área indígena em Cumaru do Norte e na região do Sul do Pará.

De acordo com o coordenador da operação, Wilson Rocha, do IBAMA, os disparos foram feitos por pistoleiros na intenção de intimidar a ação que tem como meta destruir todo e qualquer tipo de maquinaria e equipamento que esteja sendo utilizado por garimpeiros na extração de minério dentro da área de reserva indígena Kaiapó.

Dos oito disparos, dois atingiram a aeronave, que na hora do atentado, sobrevoava a região do Garimpo do Santidio, na reserva Gorotire.  Cerca de 30 homens participam da operação que não dia e nem hora para acabar.

O serviço de inteligência do IBAMA trabalha no sentido de identificar e prender os atiradores. Em conversa com a reportagem do Diário do Pará, Wilson Rocha, coordenador da operação, disse já foi solicitado reforço de Brasília, para que a operação possa continuar na região.

‘’Não vamos nos intimidar com essa ação criminosa de pistoleiros, mais homens estão vindo de Brasília, para terminar o serviço que teve inicio em outubro do ano passado’’, disse Rocha.

A Operação ‘’Rio Dourado I’’, foi desencadeada no ano passado, destruir tratores, PCs, balsas, equipamentos de mergulho, barracões e outros objetos utilizados pelos garimpeiros que estavam trabalhando na extração de ouro dentro das terras indígenas.


Autor:AMZ Noticias com Dinho Santos


Comentários
O Jornal da Notcia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias

<