Sbado, 28 de Marco de 2020

Padre catlico flagra ndios Carajs comercializando tartarugas em Santa Terezinha




COMPARTILHE

O padre Paulo Xavier que trabalha na Igreja Católica do município de Santa Terezinha fez, na manhã da segunda feira (01), com seu aparelho celular, fotos e vídeos, que mostram índios vendendo tartarugas em uma praça no cais do município, que fica as margens do rio Araguaia.

Segundo o padre Paulo Xavier, a pratica é comum. "E quase todo dia, tartarugas, peixes, eles vendem de tudo e muito barato, pra tomarem cachaça mesmo", denunciou o religioso, que disse ter procurado a polícia militar da cidade, mas a resposta não foi positiva.

"Eles me disseram que não podem fazer nada, porque são índios, teria que ser a Polícia Federal". Nas fotos não é possível identificar, em um primeiro momento, qual a espécie dos animais.

No vídeo, gravado a poucas horas, é possível em um trecho, perceber que ao ser questionado qual o preço do animal, um dos índios diz: "R$ 20,00". Segundo o padre, quem compra, geralmente acaba comendo a carne do animal, pratica comum no Norte Araguaia.

A comercialização de animais silvestres como as tartarugas é considerada crime ambiental. Nossa reportagem tentou contato com o Ibama, mas até o fechamento desta matéria não conseguimos uma declaração.


Autor:Agencia da Noticia


Comentários
O Jornal da Notcia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias

<