Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020

Defensor participa de reunião da Comissão de Direitos Humanos do Condege em Palmas




COMPARTILHE

O Defensor Público responsável pela Coordenadoria de Direitos Humanos da Defensoria de Mato Grosso, Roberto Tadeu Vaz Curvo, participou da segunda reunião ordinária da Comissão de Direitos Humanos do Colégio Nacional de Defensores Públicos Gerais (Condege), realizada em Palmas (TO).

Na oportunidade foram debatidas questões relacionadas às liminares de reintegração de posse, sistema carcerário e socioeducativo, população indígena, movimentos em prol da igualdade racial, dentre outros.

“Para mim esta foi uma das melhores reuniões que já tivemos, em face da discussão de vários temas afetos aos Direitos Humanos. Além disso, se não bastasse as discussões, foram dados inúmeros encaminhamentos e delegados temas que serão relatados na próxima reunião”, pontuou o Defensor.

Conforme a Defensora Pública do Tocantins, Elydia Leda Monteiro, que coordenou os trabalhos da comissão, o Estado está com um projeto para atendimento e educação em direito dentro das comunidades indígenas e o Defensor mato-grossense foi de extrema importância para avançar nos encaminhamentos, dada sua experiência neste tipo de atividade em Mato Grosso.

“Tivemos um dia de atividade com a Funai para tratar deste projeto e aproveitamos para apresenta-lo aos demais Estados e também nos reunimos com movimentos em prol da igualdade racial, a fim de estreitar o relacionamento e traçar estratégias de ações em comum. Esta segunda reunião foi muito positiva”, destacou Elydia Leda.


Autor: AMZ Noticias com Assessoria


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Noticia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias