Sábado, 14 de Dezembro de 2019

Crise política domina discursos em homenagem a advogados na Assembleia do Tocantins




COMPARTILHE

A defesa da Constituição e das garantias legais frente à atual crise política foi o tom dos discursos proferidos na sessão solene em comemoração ao Dia do Advogado. Realizada na tarde desta sexta-feira, dia 7, e presidida pela vice-presidente da Assembleia, deputada Luana Ribeiro (PR), a sessão contou com a presença do presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcus Vinicius Furtado Coelho, e dos deputados Ricardo Ayres (PSB), autor do requerimento pela solenidade, Valderez Castelo Branco (PP), Elenil da Penha (PMDB) e Mauro Carlesse (PTB).

Convidado ilustre da sessão, o presidente da OAB tratou sobretudo da atual crise política do País e da necessidade de se encontrar uma saída constitucional para ela. Ele declarou a posição da OAB em defesa do estado democrático de direito, independentemente dos interesses político-partidários envolvidos na questão.

Também discursou o deputado Ricardo Ayres, autor do requerimento pela sessão. O deputado ressaltou a missão e a contribuição da ordem para a sociedade, e sua atuação contra as iniquidades sociais, a corrupção e as disfunções do atual sistema político.

Já o ex-presidente da seccional da Ordem no Tocantins, Luciano Ayres, relembrou as dificuldades que, como pioneiro do Estado, enfrentou para construir a entidade. De acordo com ele, em 12 anos, a OAB/TO cresceu de 700 inscritos para mais de quatro mil. Ayres destacou ainda a construção do Palácio da Cidadania, sede do órgão, e os cursos oferecidos à classe como méritos alcançados nos últimos anos.

Por fim, o presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins, desembargador Ronaldo Eurípedes, discorreu sobre a necessidade de a Justiça dar uma contribuição histórica ao País como no caso de buscar mais rapidez na tramitação dos processos judiciais.


Autor:AMZ Noticias com Glauber Barros


Comentários
O Jornal da Notícia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Jornal da Notícia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Jornal da Noticia

<